Cruzeiro reverte ação judicial e receberá R$ 300 mil de filho de ex-presidente

Time celeste move recuperação judicial (Foto: Staff Images)


Após a alegria do acesso antecipado, nesta terça-feira, o torcedor celeste recebeu mais uma boa notícia. Depois de derrota em primeira instância, o judiciário do clube conseguiu reverter a ação movida por Humberto Magalhães Santos Pires de Sá, filho do ex-presidente Wagner Pires de Sá.

Com a decisão em segunda instância, a Raposa será ressarcida com o valor da ação, sob correções monetárias, o que totalizam, aproximadamente, R$ 300 mil. A informação foi veiculada pelo Presidente da Associação Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, em seu Twitter.

Naturalmente, a decisão só será efetivada após o julgamento de um possível recurso. Na ação, Humberto cobrava pouco mais de R$ 127 mil em salários, férias, recolhimento de FGTS e multas pelo fim do contrato de trabalho, assinado pelo clube no início de janeiro de 2020.

No vídeo acima, Sérgio Rodrigues ainda ressaltas que Humberto foi contratado pelo próprio pai, à época, presidente. Já a parte, diz que foi contratada para exercer a assessoria da presidência em 2018.