Cruzeiro aguarda intimação para pagar dívida com clube egípcio por Rodriguinho

Rodrigo quando atuava pelo Cruzeiro (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)


O Cruzeiro aguarda a ordem de pagamento envolvendo a compra de Rodriguinho, em janeiro de 2019. O Pyramidis, do Egito, reclama junto à Fifa o não pagamento de 6 milhões de dólares (R$ 31 milhões na cotação atual) referente à compra do atleta. O não pagamento pode acarretar na punição quanto ao registro de atletas.

A gestão de Ronaldo Nazário, que comanda a SAF celeste, aguarda a intimação para quitar a dívida. Segundo Gabriel Lima, CEO do Cruzeiro, o pagamento depende de uma ordem da entidade máxima do futebol e foge do controle da Raposa.

- A gente não consegue precisar a data exata que vão chegar dos vencimentos de dívidas não pagas no passado. Essa do Rodriguinho não dá para precisar. A gente acredita que vai ser ainda deste ano, certamente – disse Gabriel Lima em entrevista à Rede Globo.

No Cruzeiro, clube que defendeu entre os anos de 2019 e 2020, Rodriguinho fez 22 jogos e marcou oito gols. Depois que deixou o clube estrelado, o meio-campista teve uma curta passagem pelo Bahia, e agora, defende o Cuiabá.