Cristiano Ronaldo é acusado de conduta imprópria após quebrar celular de torcedor

Cristiano Ronaldo em jogo do Manchester United

(Reuters) - O atacante do Manchester United Cristiano Ronaldo foi acusado de conduta imprópria pela Federação de Futebol da Inglaterra (FA) por derrubar o telefone de um torcedor adolescente no chão após uma derrota para o Everton na temporada passada.

Ronaldo, de 37 anos, pediu desculpas ao torcedor de 14 anos através das redes sociais pelo incidente, ocorrido após a derrota do United por 1 x 0 no Goodison Park em abril.

"Cristiano Ronaldo foi acusado de violação da regra E3 da FA por um incidente que ocorreu após a partida do Manchester United FC contra o Everton FC no sábado, 9 de abril de 2022", disse a FA em comunicado.

"Foi alegado que a conduta do atacante após o apito final foi imprópria e/ou violenta."

O Manchester United afirmou que apoiará Ronaldo em sua resposta à acusação.

Ronaldo foi advertido pela polícia em agosto sobre o incidente.

Imagens de vídeo parecem mostrar Ronaldo com raiva batendo o telefone da mão do menino enquanto caminhava para o túnel.

A mãe do menino disse que ele ficou com a mão machucada e que a tela de seu telefone foi quebrada.

(Reportagem de Hritika Sharma em Bangaluru)