CRÔNICA: Corinthians de ano dourado e história marcada por luta e suor

Corinthians foi campeão brasileiro em 2015 (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)


Corinthians, esse ano é dourado para te lembrar que nem tudo o que reluz é ouro. Nem as conquistas. Para você, tudo é sangue e suor. E tem que ser assim, porque sempre foi. Desde o primeiro dia.

GALERIA - Confira a lista de artilheiros do Corinthians no ano de 2022

E, embora tantas datas te façam ser Corinthians, só uma é que te dá vida: o 1º de setembro.

Portanto, digo a Fiel que hoje é, sim, dia de se lembrar das defesas do Gigante aos gols do Guerrero, mas, acima de tudo, é data para se exaltar sempre Anselmo Corrêa, Antônio Pereira, Carlos Silva, Joaquim Ambrósio e Raphael Perrone, pois se não fossem eles você, Timão, não seria nada.

Hoje é dia de festejar, mas também é o dia de reafirmar a cada minuto a tua grandeza, Sport Club Corinthians Paulista. Que é sempre altaneiro, porque é, do Brasil, o clube mais brasileiro.

TABELA - Simule os jogos do Corinthians no Campeonato Brasileiro

E isso porque é popular, é operário. E em tempos desafiadores para a democracia, é tua, Corinthians, a maior representação democrática no futebol neste país.

Em todos os lugares do Brasil, em cada grito estufado no peito, a tua história é escrita por cada povo que te faz Time do Povo. E que te faz ir, aonde quer que você precise, te falando ‘vai’.

Vai, Corinthians!