Coronavírus: Presidente do COI não cogita adiar ou cancelar Olimpíadas

Olimpíadas de Tóquio não devem ser adiadas ou canceladas (Clive Rose/Getty Images)
Olimpíadas de Tóquio não devem ser adiadas ou canceladas (Clive Rose/Getty Images)

LAUSANE, SUÍÇA - O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, garantiu que o Comitê Executivo da entidade, reunido nesta quarta-feira, não cogita "nem o cancelamento, nem o adiamento" dos Jogos de Tóquio-2020 devido à epidemia do coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

“Combatemos os desafios, mas não quero incentivar especulações. O COI reafirma seu total compromisso para garantir o sucesso dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020”, completou Bach, a menos de cinco meses para abertura do evento que acontece entre 23 de julho a 9 de agosto.

Leia também:

“Nem a palavra 'cancelamento', nem a palavra 'adiamento' foram pronunciadas durante o Comitê Executivo”, reiterou o presidente do COI em coletiva de imprensa.

O governo olímpico, reunido desde terça-feira em Lausane, na Suíça, recebeu nesta quarta-feira um relatório do Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio (Cojo) em que a entidade se diz "absolutamente alinhada com a posição do COI, reforçando o compromisso para realizar os Jogos Olímpicos", garantiu o mandatário do COI.

Bach lembrou também da criação de um grupo de trabalho conjunto entre o COI, o Cojo, a cidade de Tóquio, o governo japonês e a Organização Mundial de Saúde (OMS).

”Temos este grupo de trabalho comum que mantém reuniões com regularidade. Examinamos cada questão que possa aparecer, mas não especulamos sobre possíveis desenvolvimentos futuros”, concluiu.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também