Corinthians trata internamente caso envolvendo o atacante Jô

Jô foi flagrado em pagode enquanto o Timão era derrotado pelo Cuiabá no Brasileiro (Foto: Reprodução/Internet)


O Corinthians afirmou que está tratando internamente o caso envolvendo o atacante Jô, flagrado em um pagode enquanto o Timão jogava, e perdia, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, no Mato Grosso, na última terça-feira (7), pelo Campeonato Brasileiro.

+ GALERIA - Cássio faz 35! Confira 12 momentos marcantes do goleiro com a camisa do Corinthians

O clube alvinegro disse que irá se posicionar "no momento oportuno".

Em entrevista coletiva concedida após o jogo, o técnico Vítor Pereira disse que queria saber mais do ocorrido para poder se posicionar.

- Eu não queria, quase sem tempo para perceber o que acontecer, prefiro levar um tempo para discutir internamente o que se passou de fato. Não quero falar em cima do que me disseram. Preciso de tempo para analisar a situação e depois me pronunciar - afirmou o treinador em entrevista coletiva.

Após a coletiva de Vítor, o gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes classificou como inaceitável a postura do atacante.

+ TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

Jô fez 19 jogos nesta temporada e marcou quatro gols. Essa não é primeira polêmica do atacante temporada. Em março, o atacante faltou em dois treinos na época do seu aniversário e foi multado pela diretoria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos