Corinthians tem semana decisiva para firmar retorno de Balbuena

Balbuena foi um dos destaques do Corinthians campeão brasileiro em 2017 (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

O Corinthians está otimista que o retorno do zagueiro Fabián Balbuena ao clube se concretize ainda nesta semana.

O defensor paraguaio já se despediu do Dínamo de Moscou, clube no qual ele tem contrato até junho de 2025. A saída do atleta do time russo está assegurada por uma cláusula de excepcionalidade da Fifa, que permite que jogadores que atuem em equipes da Rússia e da Ucrânia suspendam os seus vínculos e acertem provisoriamente com outros times.

A medida acontece por conta da guerra dos países do leste europeu, que perdura desde fevereiro e não possui sinais de cessar-fogo até o momento.

O Timão manifestou o interesse pelo retorno de Balbuena desde que a entidade máxima do futebol prorrogou o período da ‘cláusula da guerra’, que inicialmente era até julho deste ano. No entanto, a situação evoluiu na semana passada por dois motivos: a saída de João Victor para o Benfica e a força que o zagueiro paraguaio tem feito para voltar para ao Time do Povo, onde atuou entre 2016 e 2018.

A diretoria corintiana não vê impeditivos para a concretização do negócio, mas aguarda a assinatura do contrato para oficializar o retorno de Balbuena ao clube. A ideia é que isso aconteça logo quando o jogador chegar ao Brasil, o que é previsto para os primeiros dias dessa semana.

O atleta também fará exames médicos, mas como vinha jogando regularmente no Dínamo, a tendência é que esteja à disposição do Corinthians nas primeiras partidas após a abertura da janela de transferências nacionais, no próximo dia 18 de julho.
Em nota oficial, a equipe de Moscou se mostrou compreensível, a saída de Fabián Balbuena, embora

No comunicado, o diretor-geral do time russo, Pavel Pivovarov, destacou que espera o retorno do atleta ao time.

– Ficamos tristes, mas estamos preparados para essas situações pela decisão da Fifa. Agradecemos ao Fabián pela contribuição e esperamos seu retorno ao clube – disse Pavel.

Segundo informações obtidas pelo LANCE!, Balbuena já queria deixar a Rússia desde o início dos conflitos armados com a Ucrânia, há cinco meses. O principal motivo era a pressão familiar. No entanto, o paraguaio estava disposto e priorizava seguir na Europa, mas para jogar em um cenário de visibilidade, pelo menos de uma Uefa Europa League.

No entanto, como, com 30 anos, o jogador é considerado velho para os padrões europeus, não houve equipes interessados dentro do padrão de interesse do atleta. Na sequência, chegou a investida corintiana, que animou muito o defensor.

No primeiro momento, apenas no mecanismo excepcional da Fifa será usado para firmar a volta de Balbuena ao Timão, já que as tratativas estão sendo feitas diretamente entre o Corinthians e o estafe do atleta. Com isso, diferentemente do caso do atacante Yuri Alberto, com o Zenit, Fabián não chega com valor fixado para compra em julho do ano que vem.

No entanto, internamente há um otimismo para que a direção corintiana possa abrir conversas com o Dínamo de Mosocu por uma compra em definitivo de Balbuena no início do ano que vem, se tudo ocorrer dentre os conformes corintianos.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos