Corinthians tem missão de 'salvar o ano' nos próximos dias

Derrotado em casa, Timão terá que vencer a volta contra o Fla por três gols (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)


Um Corinthians que conseguiu classificações importantes na Libertadores e Copa do Brasil entre o fim de junho e início de julho, pode ver tudo ruir em agosto.

+ ATUAÇÕES: Dupla de zaga é o destaque negativo em noite pouco inspirada do Corinthians

A derrota por 2 a 0 para o Flamengo, na última terça-feira (2), no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, dificultou muito a vida corintiana em busca do título na competição continental.

Antes, na semana passada, o Timão havia sido derrotado para o Atlético-GO, em Goiânia, pelo primeiro confronto das quartas de final da Copa do Brasil.

Com isso, o Corinthians terá pela frente nas próximas duas semanas missões muito difíceis para ‘salvar’ a temporada. Além de reverter os resultados nos torneios mata-mata, a equipe alvinegra terá no próximo dia 13 de agosto um duelo contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.

+ Confira a tabela da Libertadores e simule os próximos jogos

No momento, o Timão é o vice-líder do Brasileirão, com quatro pontos de vantagem para o líder, que é o próprio Verdão. Um triunfo no Dérbi, que será disputado na Neo Química Arena daqui a duas semanas, pode reduzir a diferença para um ponto.

Antes, o Time do Povo tem um duelo contra o Avaí, em Santa Catarina, pela competição nacional. Caso o clube alvinegro vença na Ressacada, e o Palmeiras perca para o Goiás, em casa, também neste fim de semana, o clássico entre líder e vice será realizado com os clubes tendo um ponto de diferença entre eles.

Com isso, os próximos dias vai requerer ao Corinthians, além da preparação natural, um bom controle psicológico para não se deixar levar pela ansiedade e nervosismo.

Em caso da confirmação das eliminações da equipe alvinegra na Copa do Brasil e Libertadores, o prejuízo vai além do esportivo e alcançará o campo financeiro. Isso porque somada, as premiações para as classificações às semifinais desses torneios renderiam ao cofre corintiano aproximadamente R$ 20 milhões.

Os prêmios por classificações são previstos pela diretoria corintiana na perspectiva orçamentária do segundo semestre que envolve a meta de superávit de R$ 10 milhões no balanço financeiro deste ano.

O Corinthians vive um momento difícil justamente em uma realidade onde desfalques estão retornando, além de atletas chegando, casos de Yuri Alberto e Fausto Vera. Há um mês, quando derrubou Santos e Boca Juniors-ARG, pela Copa do Brasil e Libertadores, respectivamente, o Timão chegou a ter 10 atletas entregues no departamento médico.

A sequência corintiana para os próximos jogos tem: Avaí, neste sábado (6), pelo Brasileirão; Flamengo, na próxima terça-feira (9), pela Libertadores; Palmeiras, no dia 13 de agosto, pelo Brasileiro; e Atlético-GO, no dia 17 de agosto, pela Copa do Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos