Corinthians estuda fazer treino aberto antes do duelo decisivo contra o Flamengo na Copa do Brasil

Timão realizou treino aberto para apresentar Yuri Alberto à Fiel torcida (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


A diretoria do Corinthians não descarta a possibilidade de promover um treino aberto na Neo Química Arena antes do jogo de volta da final da Copa do Brasil, contra o Flamengo.

+ Balbuena assume o quarto lugar! Veja os defensores do Corinthians com mais gols na Arena

Após o sorteio dos mandos de campo na sede da CBF, Duílio Monteiro Alves, presidente do Timão, afirmou que o clube está estudando a possibilidade de viabilizar um treino aberto em Itaquera.

Antes do jogo de volta contra o Flamengo na Copa do Brasil, no dia 19 de outubro, o clube alvinegro visita o Goiás, pelo Brasileirão, no dia 16.

- Sim, como vamos decidir fora, é algo que o torcedor tem nos pedido. Quando a Fiel está junto ela passa seu recado, dá confiança, se a gente tiver a oportunidade, dependendo das datas e dos compromissos da Arena, vamos estudar para ter o torcedor antes da gente ir para o Rio. Mas a torcida estará aqui, independente do número, fazendo o mesmo barulho para nos apoiar como sempre faz - explicou Duílio na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

O último treino aberto promovido pelo Corinthians foi em julho deste ano, onde o centroavante Yuri Alberto foi apresentado à torcida.

As principais torcidas organizadas do Timão não compareceram ao evento em protesto contra as medidas impostas pela Polícia Militar.

Corinthians e Flamengo já se cruzaram em uma mata-mata nesta temporada. A equipe de Dorival Jr eliminou os comandados de Vítor Pereira nas quartas de final da Libertadores, pelo placar agregado de 3 a 0.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os últimos jogos

CARGA DE INGRESSOS PARA VISITANTE NA FINAL

Outro tópico abordado pelo presidente corintiano foi a carga para as torcidas visitantes tanto na Neo Química Arena quanto no Maracanã.

Duílio afirmou que, ao contrário do que foi feito quando as equipes se cruzaram na Libertadores, o acordo não será com base no princípio da reciprocidade, como manda o regulamento da Conmebol, e sim na proporcionalidade de cada estádio, como feito feito na semifinal da Copa do Brasil contra o Fluminense.

Segundo regulamento da Copa do Brasil, o clube visitante tem o direito de reservar à sua torcida a quantidade máxima de ingressos correspondente a 10% da capacidade do estádio ou da capacidade permitida pelos órgãos de segurança.