Corinthians confirma superávit no primeiro semestre de 2022 e pequena redução na dívida total

Roberto de Andrade, Alessandro Nunes e Duílio Monteiro Alves no CT do Timão (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


Na manhã deste sábado (17), o Corinthians divulgou o seu balancete até o mês de junho de 2022. No documento, o Timão anunciou que terminou o primeiro semestre de 2022 com superávit financeiro de R$ 2,016 milhões, e viu seu endividamento acumulado diminuir ligeiramente em relação ao mês de março.

+ Adson entra bem, e Renato Augusto conduz Corinthians à final da Copa do Brasil; veja notas

No balancete apresentado também consta o superávit operacional, no valor de R$ 62,8 milhões de reais. Este considera apenas o resultado das receitas e despesas sem o custo financeiro do endividamento.

Seguindo protocolo, os números foram aprovados pelo Conselho Fiscal corintiano e pelo Conselho de Orientação (Cori). O LANCE! havia antecipado a informação do superávit no final de julho.

Mesmo que não seja um valor expressivo, ele foi celebrado nos bastidores do clube alvinegro, já que significa o terceiro semestre consecutivo com as contas no azul – o período corresponde ao tempo que a gestão de Duílio Monteiro Alves está à frente da instituição, desde janeiro de 2021.

No primeiro semestre da gestão de Duílio, o Corinthians teve superávit de R$ 394 mil. Já no final de 2021, o superávit foi de R$5,69 milhões.

+ LANCE! transmite ao vivo e de graça jogos da Bundesliga a partir deste sábado. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão

DÍVIDA

No balancete divulgado pelo Corinthians, o clube mostrou uma redução de 0,4% na dívida total. Até março de 2022, o valor estava em R$ 921,2 milhões. Hoje, a dívida se encontra em R$ 917,5 milhões. Dessa forma, houve um abatimento de R$ 3,7 milhões.

Vale lembrar que essa dívida não engloba os valores relacionados à Neo Química Arena. Em julho, o clube assinou os documentos e chegou em um acordo com a Caixa Econômica Federal referente ao pagamento do empréstimo para a construção da Arena.

A dívida total do Timão com a Caixa é de R$ 611 milhões, quantia R$ 211 milhões acima do empréstimo tomado pelo clube em 2013. Veja detalhes do acordo firmado entre as partes aqui.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os últimos jogos

ARRECADAÇÃO

O presidente Duílio Monteiro Alves, durante evento que marcou a celebração dos 112 anos do Corinthians, afirmou que o clube espera arrecadar R$ 700 milhões ao final da temporada.

No último ano, o valor total arrecado pelo Timão foi R$ 503 milhões, e o mandatário espera superar essas cifras através do dinheiro que o clube alvinegro deve receber até o final da temporada com direitos de televisão, premiações dos campeonatos e faturamento com a Neo Química Arena, principais fontes de renda do clube.

Segundo o balancete, no primeiro semestre de 2022 o futebol do Corinthians recebeu R$ 151,9 milhões com receitas televisivas, além de R$ 47,4 milhões em publicidades e patrocínios, R$ 12,7 milhões de reais com programas de sócio torcedor e R$ 48,5 milhões em bilheterias.

Contra o Red Bull Bragantino, o Timão ultrapassou os R$ 70 milhões com arrecadações em jogos em Itaquera, batendo a meta estabelecida.

O clube também superou as projeções financeiras na Libertadores e Copa do Brasil, tendo em vista ter planejado o orçamento da temporada pensando em chegar pelo menos até as oitavas de final da competição continental, e nas quartas de final do torneio nacional.

O Timão ficou entre os oito melhores na Libertadores e está na final da Copa do Brasil, podendo faturar R$ 74,9 milhões caso vença o Flamengo e fature o caneco.

VALORES

Confira alguns valores de junho/2022 em comparação com dezembro/2021

Superávit Total (Futebol + Clube Social)
Até 30 junho/2022 - R$ 2,016 milhões
Até 31 dezembro/2021 - R$ 5,69 milhões

Receitas Operacional Líquida Futebol
Até 30 junho/2021 - R$ 321.992 milhões
Até 31 dezembro/2021 - R$ 421.651 milhões

Despesas Operacional Líquida Futebol
Até 30 junho/2022 - R$ 267.023 milhões
Até 31 dezembro/2021 - R$ 349.652 milhões

Superávit Futebol
Até 30 junho/2022 - R$ 15.438 milhões
Até 31 dezembro/2021 - R$ 36.825 milhões

Receitas Operacional Líquida Clube Social
Até 30 junho/2022 - R$ 42.631 milhões
Até 31 dezembro/2021 - R$ 54.076 milhões

Despesas Operacional Líquida Clube Social
Até 30 junho/2022 - R$ 34.742 milhões
Até 31 dezembro/2021 - R$ 56.903 milhões

Déficit Clube Social
Até 30 junho/2022 - R$ 13.422 milhões
Até 31 dezembro/2021 - R$ 31.135 milhões