Contra o CSA, Vasco busca evolução como visitante na Série B do Campeonato Brasileiro

O Vasco tem a quarta melhor campanha como mandante da Série B (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)


Quando o zagueiro Anderson Conceição foi questionado, na última terça-feira, sobre o número de gols que o Vasco sofreu, fora de casa, nesta Série B do Campeonato Brasileiro, ele não titubeou. Rapidamente respondeu "13". Dos 16 sofridos, somente três foram no Rio de Janeiro. Nesta quinta, o desafio novamente é como visitante. Contra o CSA. E o Cruz-Maltino precisa evoluir.

+ Mercado fechado: confira o balanço da janela de transferências do Vasco

É latente que a má fase o time viveu - e espera que já ter deixado para trás - teve os resultados fora de casa como reflexo. Com Maurício Souza de técnico, o Cruz-Maltino perdeu por 2 a 0 para o Grêmio Novorizontino, 3 a 1 para o Sampaio Corrêa e 1 a 0 para o Vila Nova. Na sequência, já com Emílio Faro, tomou 3 a 1 da Ponte Preta. Todos esses jogos citados como visitante.

- Temos que procurar estar mais concentrados nos jogos. Principalmente nesse último jogo nosso fora de casa, sabemos que, no momento em que estávamos melhores na partida, sofremos um gol de bola parada, o que não vinha acontecendo - recordou Anderson Conceição, que completou:

- Temos que nos cobrar para parar de sofrer esses gols, fazer antes e conseguir manter o placar na frente. Então, é manter a concentração nos jogos. Jogando fora de casa, o adversário se atira mais. É ter tranquilidade para voltar a vencer fora de casa também - projetou o capitão.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

A chance é nesta quinta. No Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).