Contra Flamengo, São Paulo terá duelo de 'resilientes ainda vivos' nas três frentes de disputa

Luciano foi o responsável pela classificação do São Paulo na semifinal da Copa do Brasil (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)


Resiliência. Esse parece ser o lema do São Paulo na temporada. Como o próprio técnico Rogério Ceni disse após o empate em 2 a 2 com o América-MG na quinta-feira (18), no Independência, o Tricolor está ciente de suas limitações, mas entra em campo para brigar até o último minuto. E com isso agora enfrenta pela semifinal da Copa do Brasil o único outro time brasileiro que está vivo nas três frentes de disputa possível até aqui na temporada: o Flamengo.


GALERIA
+ Confira as notas aos jogadores do São Paulo no empate com o América-MG pela Copa do Brasil dadas pela equipe LANCE!


Evidente que, como branda a torcida carioca, o Rubro-Negro está em outro patamar - disputa a Copa Libertadores ao invés da Sul-Americana -, mas a equipe do Morumbi se mostra pronta para o desafio.

- Sabemos da dimensão dos jogos que teremos pela frente e que nosso grupo tem muitos meninos, mas todos que estão aqui são preparados. Torcemos para que o São Paulo chegue em todas as decisões possíveis. E vamos trabalhar para isso - disse o experiente lateral-direito Rafinha, que teve passagem pelo rival da Gávea.

A confiança não é para menos. Depois de muito tempo, o São Paulo disputa nesta temporada todos os jogos possíveis em seu calendário, graças ao fato de ter chegado na final do Campeonato Paulista - perdida para o arquirrival Palmeiras.

- É um momento especial para esse grupo, para todos os torcedores do São Paulo e para o clube como um todo. A gente foi sincero no começo do ano (sobre as dificuldades), mas agora estamos aí, em duas semifinais. E estamos fazendo por merecer. O time se encontrou e o trabalho do Rogério (Ceni) é fantástico, fez um time com a identidade do torcedor. A gente está feliz de estar podendo ajudar, pois sabemos que em um clube desse tamanho sempre precisamos corresponder.

Sobre o Flamengo, o lateral-direito é enfático: um time como o São Paulo tem que achar possível chegar aos títulos - e no caso, o da Copa do Brasil é inédito.

- Os jogadores mais experientes sempre procuram dar uma acalmada em certos momentos (nos mais jovens). Mas há os momentos também de se incentivar. E a gente incentiva porque o São Paulo vive de títulos e sabemos que tudo é possível para a gente neste ano.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa do Brasil-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!