Contexto de revés para o Fortaleza deixou sentimento de vergonha no Inter


Diante do contexto de ser duramente derrotado por 3 a 0 frente ao Fortaleza, no último domingo (7), apesar de ter vantagem numérica desde os 30 minutos da primeira etapa, o sentimento alimentado pelo lado do Internacional foi de vergonha.

>Saiba quais são os clubes que mais vendem camisa no mundo

A situação foi contada pelo técnico Mano Menezes, na tradicional entrevista coletiva pós-jogo, onde o treinador não poupou palavras para descrever uma atuação em que o Colorado não soube aproveitar o momento que lhe favorecia.

- Poderia ser cômodo para mim como treinador dizer que a equipe não estava focada em nenhum momento do jogo e tudo aconteceu por isso. A equipe iniciou focada. Nos perdemos exatamente a partir de quando tivemos uma superioridade numérica que aconteceu cedo. A partir daí não nos encontramos, talvez por esperar que poderíamos ter uma facilidade, nos atrapalhamos - disse Mano.

- Estamos envergonhados com o resultado e a atuação a partir do momento que tivemos um a mais. Se olhássemos o jogo sem saber quem estava com 10 e com 11, parecia que o Fortaleza estava com 11 e nós com 10 – iniciou Mano Menezes, que destacou o planejamento prejudicado na partida. Um erro foi sucedendo outro e levou a tudo que vimos hoje no fim do jogo, que para nós, apesar de ser exceção, certamente não pode acontecer pelo nível de qualidade que temos - agregou.

Antes de buscar a recuperação na próxima rodada do Campeonato Brasileiro onde o Inter receberá em Porto Alegre o Fluminense, no próximo domingo (14), o time tem outro importante jogo a realizar no Beira-Rio. Pela Sul-Americana, o Colorado joga na quinta-feira (11) diante do Melgar, às 19h15 (de Brasília), precisando de uma vitória simples para avançar a semifinal do torneio continental.