Contêineres com camisas de clube inglês afundam no oceano

Camisas do Leeds United afundaram no oceano no trajeto de Cingapura até a Inglaterra. Foto: Visionhaus
Camisas do Leeds United afundaram no oceano no trajeto de Cingapura até a Inglaterra. Foto: Visionhaus

Os torcedores do Leeds United terão uma longa espera para receber em mãos o novo kit de visitante após contêineres afundarem em um barco que levava as camisas de Cingapura para a Inglaterra.

A espera já era longa após um grave surto de Covid em Cingapura, onde os uniformes da Adidas são fabricados. Apenas 10.000 kits foram fabricados por conta desta limitação e com os contêineres caindo no oceano, nem mesmo essas camisas chegarão aos torcedores.

Leia também:

De acordo com o jornal Daily Mail, o clube costuma comercializar cerca de 300.000 kits por ano e o atraso na chegada das camisas reservas causam preocupação em Elland Road.

Um dos motivos que pode fazer com que a camisa não tenha a venda esperada é a chegada da Copa do Mundo, onde os torcedores teriam preferência de compra de uniformes da seleção inglesa.

Para piorar a situação, não há um fim à vista para a crise da cadeia de suprimentos no Sudeste Asiático, o que significa que atualmente não há cronograma para quando mais kits estarão disponíveis.

O Leeds já enfrentou uma crise antes do início da atual temporada quando anunciou que o lançamento de seu uniforme principal seria adiado devido a “desafios sem precedentes”.

O clube foi forçado a anunciar um atraso de seis semanas nos kits caseiros, chegando somente no final de agosto. Quem entra no site de vendas do clube para adquirir as camisas é direcionado para uma página que anuncia a venda “em breve”.

Mas pelo menos os torcedores do Leeds estão felizes com a estreia na Premier League com vitória por 2 a 1 sobre o Wolves no último fim de semana. Eles esperam evitar outra batalha contra o rebaixamento após uma fuga tardia na última temporada sob o comando do técnico Jesse Marsch.