Consórcio entra com recurso para impedir jogo do Vasco no Maracanã

Utilização do Maracanã é protagonista em imbróglio judicial (Foto: Mariana Sá / LANCEPRESS!)


Após a Justiça do Rio de Janeiro autorizar a realização do jogo entre Vasco e Sport, no próximo dia 3 de julho, no Maracanã, o Consórcio entrou com um recurso, nesta terça-feira, para impedir a realização da partida no local. Enquanto o imbróglio judicial permanece, as vendas dos ingressos seguem sendo realizadas pelo Cruz-Maltino.

+ Vasco terá que acelerar ritos de venda da SAF para aproveitar próxima janela de transferência

A informação foi inicialmente publicada pelo "Goal" e confirmada pelo LANCE!.

O Consórcio Maracanã - que tem o Flamengo como permissionário e o Fluminense interveniente anuente - havia vetado a realização da partida entre Vasco e Sport no estádio, um pedido do clube desde o dia 15 de junho. A alegação foi que o palco poderia ter dez jogos no mês, o que pode afetar o estado do gramado.

Com isso, o Vasco entrou com um pedido liminar na Justiça para poder enfrentar o Sport no Maracanã, pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Desse modo, a Casa Civil notificou as partes envolvidas e, na segunda-feira, autorizou a realização da partida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos