Conmebol tem reunião e sede da final da Libertadores deve ser discutida

Estádio Monumental, palco da final da Libertadores 2022 (Foto: Staff Images/Conmebol)


O Conselho da Conmebol irá realizar uma reunião nesta sexta-feira e a questão da sede da final da Libertadores deve ser um dos temas discutidos, segundo informações apuradas pelo LANCE!. A cidade de Guayaquil, local onde a decisão está marcada para acontecer, vive uma escalada de violência.

Nesta reunião, que acontece mensalmente, o Conselho irá receber relatórios sobre as sedes das finais da Libertadores e Sul-Americanas e as áreas envolvidas. A partir do encontro, uma nova avaliação pode ser feita com relação a uma hipotética mudança de local da decisão do jogo entre Flamengo e Athletico-PR.

Neste momento, Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF e membro do Conselho da Conmebol, está em viagem por conta de um evento no Vaticano. Ainda assim, o mandatário poderá participar da reunião de maneira virtual.

Segundo dados da Polícia Nacional, o Equador teve um aumento no número de mortes violentas em 2022 em relação a 2021. As regiões de Guayaquil e Esmeraldas são as que mais sofrem com o caos social que se instaurou no país.

O Governo do Equador declarou estado de exceção no país até o próximo dia 14 de outubro - duas semanas antes da final brasileira pela América. A cidade de Guayaquil sofre com o aumento do número de assassinatos ligados ao crime organizado.

As estatísticas registraram 3122 homicídios intencionais em 2022, sendo 85% causados por armas de fogo. Na última quinta-feira, Alexandra Tacury foi assassinada com 13 ferimentos causados por tiro em seu corpo. Segundo relatos, a vítima tinha ligações com o tráfico de drogas.

PALAVRAS DO MINISTRO

​Na última quinta-feira, Sebastián Palacios, Ministro do Esporte do Equador, garantiu que está em contato e trabalhando com a Conmebol para a realização da decisão da Libertadores em Guayaquil. O político afirmou que a cidade "é a sede" e que não dará "espaço para rumores".