Conmebol e Governo do Equador assinam acordo para Guayaquil sediar a final única da Libertadores

O Estádio Monumental de Guayaquil será a sede da final da Libertadores (Foto: FRANKLIN JACOME / POOL / AFP)


Em cerimônia realizada nesta sexta-feira, o Governo do Equador e a Conmebol assinaram acordo para Guayaquil ser a sede da final da Copa Libertadores de 2022, em 29 de outubro. Sebastián Palacios, Ministro do Esporte, Guillermo Lasso, presidente do Equador, e Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, estiveram presentes.

+ Quem é melhor: Fluminense ou Palmeiras? Escolha e vote jogador por jogador

- O acordo sela o compromisso do Governo, de cada uma das instituições, para dar nosso esforço, nosso tempo e recursos para celebarmos juntos esse evento esportivo sem precedentes. A final única da Libertadores será em Guayaquil - disse Sebástian Palacios.

Athletico e Palmeiras e Flamengo e Vélez Sarsfield (ARG) disputam as semifinais da Libertadores a partir de terça, 30 de agosto. Os jogos de volta serão nos dias 6 e 7 de setembro, em São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente.