Conmebol divulga análise de expulsão de Danilo em Palmeiras x Atlético-MG: 'Não foi para amarelo'


Antes de celebrar a classificação para a semifinal da Libertadores diante do Atlético-MG, o Palmeiras precisou se segurar em casa após ter dois jogadores expulsos. O primeiro foi Danilo, aos 28 minutos dos 45 iniciais. A Conmebol divulgou o áudio do VAR no lance em questão e deixou clara as razões pela decisão do cartão vermelho.

GALERIA

> Brasileiro fica em 1° em ranking de melhores times do mundo

TABELA

> Clique e confira a tabela completa e simulador da Libertadores!

De início, Wilmar Roldán havia aplicado o cartão amarelo, mas o árbitro de vídeo Julio Bascuñan pediu para que o dono do apito não recomeçasse a partida e fosse checar no monitor um possível cartão vermelho. Para a tomada de atitude, o ponto de contato e a intensidade do mesmo foram levados em consideração.

– Não reinicie o jogo. Já tenho o ponto de contato, quero ver a intensidade... Wilmar, recomendo a revisão para um possível cartão vermelho – relatou Bascuñan.

Vale ressaltar que o VAR já notou logo em um primeiro momento que o cartão amarelo para o atleta do Palmeiras ‘ficaria barato’, convencendo também a arbitragem de campo a reverter a decisão tomada.

Além de Danilo, Gustavo Scarpa foi outro expulso do lado alviverde. Já do lado do Atlético, Vargas foi o único a ser punido com o cartão vermelho.