Quem são os novos diretores da SAF do Vasco? Veja o perfil dos 'reforços'

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal


Quase duas semanas depois de concluir a compra de 70% da SAF do Vasco, a 777 Partners tem o seu foco totalmente voltado para o acesso do time na Série B. Mas a empresa não deixou de olhar para outras importantes áreas do clube. Prova disso é que nesta semana os americanos acertaram com dois novos diretores para a SAF: Felippe Costa, para a comunicação, e Gisele Cabrera, para a parte jurídica.


Como já se esperava, a 777 foi atrás de pessoas que estavam e conhecem os seus respectivos mercados e áreas. Felippe Costa tem uma longa carreira e trajetória no Grupo Globo. O jornalista começou a trabalhar na empresa desde 2007, passando por "ge", "TV Globo" e "Sportv". Ele também participou da cobertura de eventos como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos.

De acordo com "Uol", Costa agradou a 777 Partners por ser versátil, já tendo trabalhado com comunicação digital e televisão, além de ter experiência com assessoria de imprensa. Além disso, nos últimos anos, o jornalista também trabalhou na cobertura do próprio Vasco, então também conhece bem o clube.

Já a advogada Gisele Cabrera é especialista na área de esportes, entretenimento e games. Ela trabalhou por nove anos no departamento jurídico do Santos. Inclusive, entre 2018 e 2020 chegou a ser subgerente do setor, "sendo responsável por toda a gestão da equipe jurídica interna e externa, supervisionando de processos administrativos internos e conduzindo questões ligadas às áreas administrativas", como ela descreveu em seu perfil no Linkdin.

Gisele também tem especialização em Contratos pela Faculdade Getúlio Vargas, pós-graduação em Contratos (LL.M – Master of Laws) e especialização em Compliance pelo Insper, além de um "Master" em gestão esportiva pelo Instituto Superior de Direito e Economia em parceria com o Barcelona, da Espanha.

Antes, a 777 já havia contratado Luiz Mello como CEO da SAF, Paulo Bracks como diretor esportivo, e Lúcio Barbosa para o cargo de diretor financeiro. Assim, com novos rostos, a empresa também começa a definir o futuro da gestão do futebol do Vasco.