Conheça Kathellen Sousa, zagueira convocada por Pia Sundhage para Copa América 2022

Kathellen vai defender a Seleção Brasileira na Copa América Feminina (Arquivo Pessoal)


Após se destacar na Internazionale, time italiano, a zagueira Kathellen Sousa, de 26 anos, foi convocada para disputar sua primeira Copa América com a camisa canarinha. Na Inter, Kathellen participou, na atual temporada, de 17 partidas e marcou um gol. Entretanto, no momento defensivo a zagueira foi um dos destaques da equipe, sempre com desarmes precisos e boa saída de bola, possibilitando a equipe italiana um primeiro passe limpo e com qualidade.

- Na Inter conseguimos fazer uma temporada sólida defensivamente e eu pude mostrar o meu trabalho. Estou muito feliz pela temporada que eu e, consequentemente, a equipe conseguimos apresentar – destacou Kathellen.

+ Copa do Mundo 2022: entenda por que o Equador pode ser eliminado

A boa temporada de Kathellen fez com que a zagueira fosse lembrada pela técnica da Seleção Brasileira, Pia Sundhage. A treinadora canarinha convocou Kathellen para a disputa de dois amistosos, diante de Dinamarca e Suécia, e para a Copa América 2022 que será disputada na Colômbia. A zagueira se mostrou surpresa, mas muito contente com a convocação.

- Vim de uma temporada muito sólida. Pude jogar regularmente e desempenhar um ótimo papel no clube. Entretanto, confesso que fiquei surpresa quando vi meu nome entre as convocadas. É uma felicidade imensa defender a Seleção, ainda mais por se tratar da minha primeira Copa América – ressaltou.

+ Lyon anuncia volta de Lacazette: ‘Retorno do general’

A zagueira brasileira começou atuando no futebol dos Estados Unidos ainda na universidade, mas logo se destacou e foi para a França onde passou três temporadas. Após se destacar pelo Bordeaux, Kathellen se transferiu para a Inter. A Brasileira, embora tenha construído sua carreira fora do Brasil, participou do Mundial de 2019 e possui diversas outras convocações para a Seleção. Porém, essa é a primeira convocação da atleta para uma Copa América.

- Fiquei muito feliz com a convocação para a Copa América. É sempre uma honra vestir a camisa da Seleção, ainda mais por ter sido lembrada após pouco mais de um ano de uma lesão no joelho. É gratificante estar de volta em uma competição como a Copa América. Será a minha primeira, mas estou muito empolgada para ajudar a seleção a fazer uma ótima campanha – disse a zagueira.

+ Pogba, Bale… Listamos 15 medalhões que vão trocar de clube, mas estão sem destino certo

A Seleção Brasileira, atual campeã, está no grupo B juntamente com Peru, Venezuela, Argentina e Uruguai. Apesar de serem as atuais campeãs, Kathellen projeta uma competição complicadas com adversários que podem complicar o caminho da seleção.

- Sabemos da nossa responsabilidade. Somos as atuais campeãs e, se quisermos manter esse título, teremos que trabalhar forte e estarmos concentradas. Sabemos que está não será uma competição fácil e, por isso, precisaremos dar o nosso melhor. Estamos em um grupo muito difícil e não podemos deixar pontos pelo caminho, pois podem nos fazer falta lá na frente - concluiu Kathellen.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos