Conheça Andressa Hotsumi, destaque da 1ª rodada da Liga BFA feminina

Foto (Deborah Caetano) - Andressa Hotsumi se destacou na primeira rodada da Liga BFA feminina


A categoria feminina da Liga Brasileira de Futebol Americano (Liga BFA) terá a segunda rodada neste final de semana. O destaque é a partida entre as vencedoras da primeira semana: Curitiba Silverhawks e Portuguesa FA. O duelo acontece no próximo sábado (24/9), a partir das 14h, no Croco Stadium, na capital paranaense.

A running back Andressa Hotsumi, da Portuguesa FA, foi uma das grandes destaques da rodada inaugural. Na partida contra o Brasília Pilots, a jogadora da Lusa marcou dois touchdown na vitória por 12 a 0.

Em contato com a Agência Valinor Conteúdo/Lance!, a jogadora espera um duelo difícil contra a equipe curitibana. “Tenho certeza que será um bom jogo. Nunca jogamos contra o Curitiba Silverhawks, será a primeira vez. Sabemos que a equipe teve mudanças, mas continua sendo uma equipe muito bem treinada e será um grande desafio. Porém, estudamos e nos prepararmos para esse jogo e vamos em busca da vitória”, comentou.

A equipe vencedora neste sábado dará um passo muito importante rumo à final da Liga BFA . Desta forma, Hotsumi espera que a Portuguesa FA consiga o triunfo para ficar ainda mais próxima do segundo título nacional nesta temporada. “É o que queremos e o que estamos nos dedicando para acontecer, mas sempre com muito pé no chão”, afirmou.

Em julho deste ano, a Portuguesa FA conquistou o Campeonato Brasileiro da CBFA, com duas vitórias sobre a Cold Killers FA. O título foi muito comemorado pelas paulistas. Andressa Hotsumi, que além de atleta integra a diretoria do clube, falou sobre a conquista depois de um período difícil, na qual o futebol americano ficou parado por dois anos em função da pandemia da Covid-19.

“Não foi fácil manter o time durante a pandemia, manter o futebol americano vivo nas atletas durante esse tempo fora dos campos e sem previsão de voltar. Mas, conseguimos. Outro desafio foi seguir sem centro de treinamento e também ficamos um bom tempo sem coaches. Então, esse título representou muito para nós. Tivemos muitas dificuldades e conseguimos. Com certeza, é muito gratificante ver o trabalho que foi e está sendo construído no clube”, salientou.

Início no esporte
Andressa Hotsumi começou no futebol americano em 2016 após um conselho da professora de academia. Apesar disso, a atleta conta que tem um grande exemplo na família. Segundo Hotsumi, mesmo aos 95 anos, a sua avó ainda disputa provas de atletismo.

“Sempre tive minha avó como inspiração. Para você ter uma ideia, ela tem 95 anos e ainda compete atletismo. Ela é, sem dúvidas, minha maior inspiração no esporte e, por isso, desde pequenininha eu tenho a cultura do esporte muito forte em mim. Em 2016, eu estava buscando uma modalidade nova e, na época, minha professora da academia viu uma seletiva no Spartans e me sugeriu. Aí olhei para cara dela e disse: ‘o que vou fazer lá, eu nunca acompanhei, nunca assisti. Mas ela disse que iria comigo e pensei que, pelo menos, não estaria sozinha”, destacou.

“No dia da seletiva, a professora não foi. Eu não conhecia ninguém e quando o head coach falou para pegarmos a bola para brincar no aquecimento, nem isso eu sabia fazer. Participei da seletiva e quando terminou, eu já sabia o que era o futebol americano e que iria me dedicar muito. Senti uma adrenalina muito forte no corpo inteiro, coisa que nunca havia sentido com nenhum outro esporte. Saí da seletiva com a intenção de querer ser uma boa atleta e evoluir. Cheguei em casa, comecei a ver vídeos no youtube sobre futebol americano e assim foi amor no primeiro contato”, completou.

E se Andressa Hotsumi começou no esporte meio por acaso. Nos últimos anos, ela evolui bastante, foi campeã brasileira e foi convocada para a seleção brasileira do esporte da bola oval, o Brasil Onças.