Confirmados, Jogos Escolares 2022 valem para Bolsa Atleta e Auxílio Esporte Escolar

JEB's vão voltar a movimentar o Parque Olímpico da Barra-(Matheus Bacellar)


O principal evento do desporto escolar nacional na faixa de 12 a 14 anos já tem data oficial. Os Jogos Escolares Brasileiros (JEB's) serão entre 31 de outubro e 14 de novembro, no Rio de Janeiro. Retomado em 2021 após um hiato de 17 anos, a competição reuniu no ano passado mais de cinco mil estudantes de todo o país.

Para 2022, a ideia é que seja mantido o programa com 17 modalidades, a maioria disputada dentro da estrutura do Parque Olímpico da Barra, na capital fluminense. Em vários estados, as seletivas já foram finalizadas. A estimativa é de que sejam mais de 6,3 mil atletas participantes e 1.900 pessoas entre comissões técnicas e dirigentes.

A previsão é de 12 modalidades individuais (atletismo, badminton, caratê, ciclismo, ginástica artística, ginástica rítmica, natação, judô, taekwondo, tênis de mesa, wrestling e xadrez) e cinco coletivas (basquete, futsal, handebol, vôlei e vôlei de praia). Os prazos de inscrições e as condições esportivas serão divulgadas nos próximos dias pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), organizadora do evento.

Bolsa Atleta e Auxílio Esporte Escolar

Os resultados dos Jogos Escolares Brasileiros deste ano servirão para indicar os medalhistas para a categoria Estudantil do Bolsa Atleta, programa voltado para o esporte de alto rendimento.

Para os atletas que pertencem a famílias em condição de vulnerabilidade inscritos no Auxílio Brasil, a competição também serve, assim como no ano passado, como parâmetro para indicação ao Auxílio Esporte Escolar, do Governo Federal.

O Auxílio Esporte Escolar prevê 12 parcelas de R$ 100 para incentivar a criança a seguir praticando a atividade esportiva e uma parcela anual de R$ 1.000 para a família. Isso além do valor mínimo de R$ 600 a que cada família do programa tem direito mensalmente. Em 2021, um total de 1.405 estudantes-atletas receberam o benefício.

Os resultados dos Jogos Escolares também servirão de base para definir a delegação que vai representar o Brasil nos Jogos Sul-Americanos Escolares, que estão previstos para ocorrer em Brasília (DF), no fim do ano.

Megaestrutura

No ano passado, os JEB's reuniram 5.114 estudantes, com 2.563 estudantes do sexo feminino e 2.551 do sexo masculino. No total, foram 7.862 participantes. O número contemplou 397 árbitros, 47 delegados de quadra e 435 coordenadores, supervisores e assistentes.

Um dos pontos altos foi um time estrelado de 30 embaixadores, ídolos do esporte em diversas modalidades, como os medalhistas olímpicos Arthur Zanetti e Rebeca Andrade (ginástica artística), Maurren Maggi, Joaquim Cruz e André Domingos (atletismo), Jackie Silva (vôlei de praia), Mayra Aguiar e Tiago Camilo (judô), Giba, Paula Pequeno e Serginho (vôlei).

O evento exigiu ainda 1.138 professores/técnicos, 200 coordenadores de modalidades, 108 oficiais, 27 chefes de delegações e 27 chefes de coordenadores, além de 315 voluntários de 19 estados.

A equipe de apoio no quesito segurança contou com 19 ambulâncias e um time de 23 profissionais atuando diretamente: cinco médicos, oito fisioterapeutas, um enfermeiro e nove acadêmicos de fisioterapia. Já o sistema de transporte exigiu 84 veículos de passeio, 34 vans e 280 ônibus, além de 10 utilitários.