Condecorado por Elizabeth 2ª, Pelé diz que legado da rainha durará para sempre

Pelé exibe condecoração recebida da rainha Elizabeth 2ª, em Londres

SÃO PAULO (Reuters) - A lenda do futebol Pelé usou sua conta no Twitter para declarar-se admirador da rainha Elizabeth, que morreu aos 96 anos nesta quinta-feira, e afirmar que o legado da monarca, a mais longeva da história do Reino Unido, durará para sempre.

"Tenho sido um grande admirador da rainha Elizabeth 2ª desde a primeira vez que a vi pessoalmente em 1968, quando ela veio ao Brasil para testemunhar o amor pelo futebol e experimentou a magia de um Maracanã lotado", escreveu Pelé, apontado como "rei do futebol", em publicação em inglês em seu perfil na rede social.

"Seus feitos marcaram gerações. Esse legado durará para sempre", acrescentou na publicação, acompanhada de fotos em que aparece ao lado da rainha durante uma partida entre as seleções dos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, no Maracanã, em 1968, durante a única visita que Elizabeth fez ao Brasil.

Pelé, de 81 anos, recebeu em 1997, quando era ministro do Esporte do governo Fernando Henrique Cardoso, a condecoração da Ordem de Cavaleiro do Império Britânico, oferecida pela rainha Elizabeth.

A rainha, que também era a monarca mais velha do mundo, morreu nesta quinta no Palácio de Balmoral, na Escócia, e seu filho mais velho, Charles, de 73 anos, tornou-se automaticamente rei do Reino Unido e chefe de Estado de outros 14 países, entre eles Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

(Por Eduardo Simões)