Comentarista vê argentinos mais fortes e não acredita em final brasileira na Libertadores

Arnaldo vê os argentinos em vantagem física na Libertadores em 2022 (Foto: Reprodução)


Em participação no podcast 'Posse de Bola', do UOL Esportes, o jornalista Arnaldo Ribeiro fez uma análise sobre o desempenho dos brasileiros na Libertadores e deu um palpite polêmico. Para o comentarista, a edição de 2022 não terá uma final brasileira, diferentemente do cenário dos últimos dois anos.

Arnaldo Ribeiro destacou a campanha dos argentinos na fase de grupos da competição. Para o jornalista, um dos motivos para a melhora de desempenho dos hermanos é a mudança de calendário no futebol argentino, que tem paralisado durante a data Fifa. Já os brasileiros, por outro lado, seguem em apuros com o calendário.

- Desta vez eu duvido que tenhamos uma final brasileira, por uma série de fatores. É uma temporada em que os argentinos, no geral, estão mais fortes. Eles estão jogando menos e param na data Fifa. Vão chegar daqui um mês, fisicamente, voando - destacou.

- Posso até queimar queimar minha língua, mas não teremos aquela final 'brasuca' tradicional, nem na Sul-Americana e nem na Libertadores - completou.

+ Quem é melhor: Liverpool ou Real Madrid? Confira votação jogador por jogador feita pela redação do LANCE!

A Argentina tem seis clubes classificados nas oitavas de final. River Plate e Vélez Sarsfield se enfrentam, assim como Colón e Talleres. Já o Boca Juniors reencontra o Corinthians, enquanto o Estudiantes enfrenta o Fortaleza.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos