Com um a menos e gol de Merentiel, Palmeiras vence o Santos e garante vantagem na liderança do Brasileirão


O Palmeiras venceu mais uma em casa pelo Brasileirão. Dessa vez, o time de Abel Ferreira superou o rival Santos por 1 a 0 na noite deste domingo em jogo válido pela 27ª rodada, no Allianz Parque. No sufoco sem Danilo, em um jogo nervoso, Miguel Merentiel encontrou um gol de centroavante para ampliar a vantagem palmeirense na liderança.

> Confira até quando vai o contrato dos jogadores do elenco do Palmeiras

Com o resultado, o Palmeiras manteve a liderança do Brasileirão com 57 pontos e seguiu com a boa vantagem de nove a mais que o até então segundo colocado Fluminense, que venceu e soma 48. O Santos, por sua vez, manteve os 34 e também a 11ª posição. Veja a tabela do Brasileirão!

As equipes agora têm um longo hiato até os próximos compromissos pelo Brasileirão. No dia 28, uma quarta-feira, às 21h45, o Palmeiras entra em campo contra o Atlético-MG, no Mineirão. Já um dia antes, 27, às 21h30, o Santos recebe o Athletico-PR na Vila Belmiro.

> AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! começa a transmitir ao vivo e de graça jogos da Bundesliga. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui.

RITMO LENTO
Os primeiros minutos de jogo foram levados sem tanta pressa, com as duas equipes optando por jogar nos erros adversários, sem forçá-los. O primeiro time a arriscar alguma coisa foi o Palmeiras quando, aos 20’, Rony recebeu em profundidade na área do Santos, dominou sem ângulo, mas concluiu mal. O Peixe até buscou revidar momentos depois com um chute de fora da área de Lucas Braga, mas o mesmo parou em uma espalmada de Weverton.

TEMPO DE UMA ÚNICA CHANCE CLARA
A única oportunidade real de gol do primeiro tempo foi aos 24 minutos, mais uma vez para o Verdão. Após uma jogada ensaiada dar errado, Dudu aproveitou a sobra e cruzou bem para Gómez que, sozinho dentro da área, cabeceou para fora para desespero dos torcedores. Sem êxito de nenhum dos lados, o placar ficou zerado no intervalo.

CABEÇA QUENTE!
O segundo tempo começou a mil por hora, com os dois times buscando o resultado em jogadas de muita velocidade. Conforme o relógio ia adiantando os ponteiros, os atletas ficavam cada vez mais com os nervos à flor da pele. Foi o caso de Danilo que, aos 14', parou Soteldo com uma falta dura e recebeu o vermelho direto. Essa confusão só foi estendida, já que o baixinho alvinegro ainda se envolveu em um empurra-empurra com Weverton.

Palmeiras x Santos - Comemoração Palmeiras
Palmeiras x Santos - Comemoração Palmeiras

Merentiel brilhou no clássico (Foto: Peter Leone / Ofotografico)

TRIUNFO COM ASSINATURA DE 'LA BESTIA'
Miguel Merentiel entrou no segundo tempo e, em poucos minutos em campo, mostrou o que queria. Primeiro, viu a bicicleta que aprendeu com Rony passar perto do gol. Na segunda chance, não desperdiçou. Após cobrança de escanteio aos 31', Murilo desviou e a bola sobrou para o camisa 9, que bateu cheio de estilo para decretar a vitória palestrina. Depois, em mais um exemplo de um duelo nervoso, o técnico Abel Ferreira foi expulso da beira do campo por reclamações com o quarto árbitro.

O tento do camisa 9 foi o suficiente para que o Verdão vencesse mais um clássico na temporada e carimbasse mais uma rodada na liderança do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 0 SANTOS

Local:
Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data e hora: 18/9/2022, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (VAR-Fifa/SP)
Público e renda: 40.337 presentes / R$ 2.450.421,12
Cartões amarelos: Zé Rafael, Menino e Gómez (PAL); Zanocelo, Marcos Leonardo, Soteldo e Camacho (SAN)
Cartões vermelhos: Danilo e Abel Ferreira (técnico) (PAL)
Gols: Miguel Merentiel (31'/2ºT) (1-0)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke, aos 13'/2ºT), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa (Menino, aos 13'/2ºT); Bruno Tabata (Merentiel, aos 13'/2ºT), Dudu (Luan, aos 33'/2ºT) e Rony (Atuesta, aos 33'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Camacho, Vinícius Zanocelo (Sánchez, aos 20'/2ºT) e Soteldo; Lucas Barbosa (Rwan, aos 36'/2ºT), Lucas Braga (Ângelo, aos 20'/2ºT) e Marcos Leonardo. Técnico: Orlando Ribeiro (interino)