Com saída de Zé Ricardo, Vasco chega a 12 anos sem começar e terminar temporada com o mesmo treinador

Dorival Júnior foi o último a alcançar marca, ainda em 2009 (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)


Se continuidade é apontado por muitos especialistas como uma das fórmulas do sucesso no futebol, o Vasco mostra o motivo pelo qual seu passado recente deixou a desejar para a torcida: desde 2009, com Dorival Júnior, o clube não começa e termina uma temporada com o mesmo treinador.


Mesmo suportando a pressão da torcida e apostando as fichas no continuísmo de Zé Ricardo, a gestão Jorge Salgado não conseguiu impedir a troca de comando neste ano, após o treinador pedir demissão no último domingo (5) para se transferir ao futebol japonês.

Para o duelo contra o Náutico, nesta terça-feira (7), às 19h (de Brasília), nos Aflitos, pela Série B, o time da Colina será comandando pelo auxiliar Emílio Faro. O clube busca um substituto para Zé Ricardo no mercado.

O LANCE! apurou com dirigentes que uma das metas para 2022 para evitar o desastre do ano passado era justamente evitar as trocas de treinador. Vanderlei Luxemburgo, Marcelo Cabo, Lisca e Fernando Diniz passaram pelo banco cruz-maltino em uma das temporadas com o maior número de alternâncias de técnicos.

Dorival Júnior, sempre cotado pela torcida para voltar à Colina, foi o último a alcançar o feito em São Januário. Foi escolhido pelo então presidente Roberto Dinamite para a temporada 2009 e conquistou o título da Série B.

É apenas o segundo caso deste século no time da Colina. Antes dele, apenas Renato Gaúcho conseguira ficar um ano inteiro como treinador, em 2006.

A dupla conseguiu, na verdade, entrar para um seleto grupo de outros 18 treinadores que conseguiram alcançar a meta na história cruz-maltina, segundo levantamento feito pelo L!.

Se é raro de fato um treinador ter um ano inteiro de trabalho na Colina, o período atual é o maior sem ter um nome que alcance a 'marca'.

TABELA
> Confira jogos, classificação e simule resultados da Série B-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do L!


Confira abaixo os treinadores que conseguiram um ano inteiro de trabalho no Vasco:

1 - Ramón Platero: 1922 a 1927
2 - Harry Welfare: 1927 a 1937 e 1940
3 - Gentil Cardoso: 1939
4 - Telêmaco Frazão de Lima: 1941
5 - Ondino Vieira: 1942 a 1945
6 - Ernesto Santos: 1946
7 - Flávio Costa: 1947 a 1950 e 1953 a 1955
8 - Otto Glória: 1951
9 - Martim Francisco: 1957
10 - Gradim: 1958
11 - Zezé Moreira: 1965
12 - Paulinho de Almeida: 1968
13 - Tim: 1970
14 - Mário Travaglini: 1973 a 1975
15 - Paulo Emílio: 1976
16 - Orlando Fantoni: 1977 e 1978
17 - Antônio Lopes: 1982, 1991 e 1997 a 1999
18 - Edu Coimbra: 1984
19 - Renato Gaúcho: 2006
20 - Dorival Júnior: 2009

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos