Com permanência decretada, Rony quer igualar marca de Gabriel Jesus pelo Palmeiras

Rony pode superar marca de Gabriel Jesus pelo Palmeiras ainda neste ano (Foto: César Greco/Palmeiras)


O clássico contra o Santos terá uma importância extra para um jogador do Palmeiras em especial. Trata-se de Rony, que teve sua permanência decretada na equipe nos últimos dias e, assim, está cada vez mais próximo de atingir uma marca conquistada por um ídolo do clube há alguns anos.

GALERIA

> Confira até quando vai o contrato dos jogadores do elenco do Palmeiras
> Brasileiro é indicado ao Golden Boy: veja os candidatos ao prêmio

O atacante recebeu uma sondagem do futebol do Qatar de um clube que estaria disposto a pagar 15 milhões de euros (R$ 77,3 milhões) para tirá-lo do Verdão. Embora as cifras fossem interessantes e a proposta não tivesse sido formalizada, a diretoria alviverde optou por informar aos envolvidos que não está disposta a negociar o camisa 10 neste ano em vista da reta final da disputa do Brasileirão.

A participação do ‘Rústico’ em uma campanha que pode ser de um título inédito sob o comando do professor Abel Ferreira é muito importante. O atacante é o artilheiro do time no torneio nacional, com nove gols marcados. Além disso, em toda a temporada, o jogador lidera o ranking de goleadores palmeirenses com 20 tentos.

TABELA

> Confira a tabela completa e simulador do Brasileirão-2022!

Basta apenas mais uma bola na rede para que Rony iguale Gabriel Jesus, uma das maiores promessas do Verdão e que vem apresentando boas atuações no Arsenal-ING. Em 2016, o atacante marcou 21 vezes e foi o artilheiro naquela temporada.

Desde então, nenhum outro atleta do Palmeiras balançou as redes mais de 20 vezes, deixando o camisa 10 do atual elenco perto disso. Isso, claro, tendo em vista que seu concorrente direto é Raphael Veiga, que marcou 19 vezes mas, por conta de uma cirurgia no tornozelo direito, deve voltar aos gramados apenas na próxima temporada, saindo dessa disputa.

Rony tem contrato com o Palmeiras até dezembro de 2025, o qual ele renovou em 2021. Com Abel Ferreira, ele não só é titular absoluto, como também um dos principais pilares desta era vitoriosa. Uma perda dessa magnitude é considerada irreparável, até mesmo se ela acontecer em 2023. Por isso, o clube vai bater o pé pela manutenção.

Desde 2020 defendendo a camisa palestrina, o atacante tem 150 jogos, 43 tentos anotados, além das seis taças que levantou no período: duas Libertadores, dois Paulistas, uma Copa do Brasil e uma Recopa Sul-Americana.