Com novo dono, Chelsea anuncia mudanças na diretoria do clube

Thomas Tuchel terá mais liberdade no comando do Chelsea (Foto: ADRIAN DENNIS / AFP)


O Chelsea anunciou nesta quarta-feira uma série de mudanças na diretoria do clube. O clube foi vendido para o empresário norte-americano Todd Boehly e o novo dono chegou promovendo alterações em cargos de liderança dos Blues.

+ Presidente do PSG revela planejamento inusitado para o futuro da equipe

Entre elas, Todd Boehly, além de presidente do clube, será o diretor esportivo devido a saída de Marina Granovskaia do cargo. O empresário ficará na função até a chegada de um substituto. Marina era a responsável pelas contratações do Chelsea no mercado, mas vai seguir ajudando a equipe até o fim desta janela de transferências.

Além disso, o comunicado divulgado pelo Chelsea dá a entender que o técnico Thomas Tuchel terá mais voz nas contratações dos jogadores. Até aqui, os Blues miram a contratação de Sterling, que tem contrato com o Manchester City por apenas mais uma temporada e deve perder espaço com a chegada de Haaland.

O Chelsea teve que ser vendido devido às diversas sanções impostas ao russo Roman Abramovich. O antigo dono tem ligação com o líder do governo russo, Vladimir Putin, e a Inglaterra decidiu por suspender ações do clube devido à Guerra na Ucrânia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos