Com ajuda do United, São Paulo registra superávit milionário nesta temporada e atinge metas

São Paulo cumpriu grande parte das metas orçamentárias previstas para esta temporada (Foto: Divulgação / São Paulo)


O São Paulo registrou um superávit de R$ 79,761 milhões até então nesta temporada. Nos próximos meses, a expectativa é que os gastos em receita sejam superiores ou equilibrados. Muito disso por se tratar de um ano atípico. Por causa da Copa do Mundo - que se inicia em novembro -, o time terá dois meses de inatividade.

> Com Sul-Americana, São Paulo amplia recorde de time brasileiro finalista em torneios continentais

De acordo com informações acessadas pelo LANCE!, o Tricolor está no caminho do que era previsto para 2022. Tendo terminado os últimos três anos em um déficit anual superior a R$ 100 milhões, o clube previa um superávit este ano de R$ 6 milhões, valor que já foi ultrapassado.

Tanto a equipe profissional quanto de base obtiveram uma arrecadação superior a 51,49% do que estava previsto. Nas áreas que se esperavam prejuízos, como no estádio e no setor social, o resultado foi positivo: R$ 1,25 milhão superior ao esperado.

Com bilheteria já foram arrecadados cerca de 94% do que estava previsto para 2022. Ao todo, até agora, o valor gira em torno de R$ 50,419 milhões.

Dois fatores também foram importantes para este superávit do São Paulo: o cumprimento de metas esportivas e a negociação de jogadores.

As metas esportivas dizem respeito aos objetivos que a equipe almejava alcançar na temporada: as finais do Campeonato Paulista e da Copa Sul-Americana, além da semifinal da Copa do Brasil.

Quanto à venda de jogadores, o clube arrecadou uma alta quantia este ano com as transferências de Antony e Casemiro para o Manchester United. Isso porque o São Paulo, por ter sido o clube formador dos atletas, foi contemplado com o mecanismo de solidariedade da Fifa. Assim, só os dois contribuíram com R$ 90 milhões para os cofres do clube neste ano. Deste valor, parte do dinheiro será destinado para quitar os cerca de R$ 30 milhões em dívidas que o Tricolor tem com o atual elenco - de acordo com informações divulgadas pelo L! anteriormente.

As saídas que aconteceram na janela de transferência, como as de Gabriel Sara, Rigoni e Lucas Perri, também arrecadaram uma boa quantia, estimada em aproximadamente R$ 128 milhões para os cofres do clube do Morumbi.

Este balanço foi divulgado pelo São Paulo nesta semana. No próximo sábado (24), associados do clube vão ao estádio votar pela proposta de mudança no estatuto, que prevê a possibilidade de uma reeleição para o cargo de presidente. Esta mudança já foi aprovada no começo do mês pelo Conselho Deliberativo do Tricolor em votação online. Agora, a decisão se o projeto irá para frente ou não está na mão dos associados.