Com gol de centroavante, Palmeiras arranca empate com o Bragantino e dorme tranquilo na liderança

RB Bragantino e Palmeiras ficam no empate em Bragança pelo Brasileirão (Foto: Vinicius Ricardo/Onzex/LancePress!)


Com time reserva, o Palmeiras até saiu perdendo, mas buscou o resultado e arrancou um empate em 2 a 2 com o RB Bragantino, pela 25ª rodada do Brasileirão. Os gols do Massa Bruta foram marcados por Luan Cândido e Helinho, enquanto o Verdão se manteve no topo com tentos de Cleiton, contra, e Miguel Merentiel.

GALERIA

> Saiba quais são os 40 jogadores mais fortes do FIFA 23

TABELA


> Confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

Braga se impõe, Verdão não consegue reagir, e mandantes abrem 2 a 1 no primeiro tempo

Os primeiros dez minutos de jogo foram de muito equilíbrio, apesar de poucas chances e jogadas mais truncadas na intermediária. Os dois times optaram por pressionar a saída de bola e forçar algum contra-ataque para tentar o resultado.

A melhor chance foi aparecer somente aos 19 minutos, pelo lado palmeirense. Wesley fez boa jogada individual, passando com tranquilidade por Aderlan na ponta esquerda, levou para o fundo e cruzou para Flaco López, que cabeceou para o chão, mas parou em Cleiton.

Já aos 23’, o Massa Bruta pressionou e conseguiu fazer a alegria dos torcedores presentes nas arquibancadas do Nabizão. Aderlan roubou a bola de Vanderlan na ponta direita e foi derrubado pelo rival antes de entrar na área. Em boa falta cobrada por Artur, Aderlan desviou no primeiro pau e Luan Cândido cabeceou na segunda trave para abrir o placar.

O Palmeiras até tentava sair jogando, tentando uma troca de passes com Danilo e Scarpa, mas foi o RB Bragantino que chegou à meta mais uma vez na primeira etapa. Após um bate e rebate no meio de campo, Artur disparou pela direita, puxou e bateu de fora da área no canto esquerdo de Weverton, fazendo a ‘lei do ex’ funcionar.

Os reservas do Verdão estavam, de certa forma, perdidos, e o vento de Bragança Paulista não colaborava. As cobranças de escanteio, uma das principais armas alviverdes, não surtiam efeito por conta da ventania que assolava os 17 graus de temperatura.

No último lance do primeiro tempo, quando o árbitro Raphael Claus já se preparava para apitar o fim, Scarpa cobrou escanteio rasteiro para Vanderlan, que cruzou de primeira e contou com uma ‘ajudinha’ do goleiro adversário, que saiu mal e socou para dentro da própria meta. Com o tento, o intervalo foi decretado com 2 a 1 no marcador.

Merentiel aparece para resolver o problema, e Palmeiras conquista ponto importante fora de casa

No início do segundo tempo já dava para notar uma postura diferente por parte do Palmeiras. Os comandados de Abel Ferreira marcavam o RB Bragantino mais na frente e conseguiam ficar mais com a bola. Incomodava mais.

Apesar disso, o Braga não deixava de buscar o jogo e ampliar o resultado. Aos 14 minutos, Aderlan fez uma linda jogada pela direita e rolou para Artur, que só teve o gol impedido por conta de um desvio da zaga palmeirense. No rebote, Alerrando encheu o pé da entrada da pequena área, mas a bola passou por cima.

Abel apostou em cinco mudanças para tentar reverter o péssimo resultado fora de casa. Dentre elas, a volta do centroavante Merentiel no lugar de Bruno Tabata. O atacante estava sem atuar pelo clube há oito partidas, totalizando apenas 72 minutos em campo. A troca surtiu efeito logo que foi feita.

Aos 25’, Luan encaixou um lançamento preciso nas costas da zaga do Massa Bruta, e lá estava ele. Merentiel dominou na entrada da pequena área e, sem deixar a bola cair, bateu para o fundo do gol e empatou o jogo. 2 a 2.

O Palmeiras tentava conquistar os três pontos a todo o custo. Com as trocas do treinador português, o time ficou mais ofensivo e viu o RB Bragantino criar poucas chances, apenas de fora da área.

Aos 39 minutos, depois de Jadsom Silva arriscar pelo Massa Bruta, Dudu recebeu bom cruzamento de Rony e se atirou na bola, mas o cabeceio passou raspando por cima do travessão.

Depois de algumas trocas de farpas entre os atletas dos dois times, o Verdão até tentou pressionar nos instantes finais, mas sem sucesso. Com a partida apenas cadenciada, o resultado de 2 a 2 prevaleceu no marcador. Agora, o RB Bragantino sobe para a décima colocação, com 32 pontos, enquanto o Palmeiras fica tranquilo na ponta da tabela, somando 51.

E agora?

O RB Bragantino volta a entrar em campo já na próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, no Mineirão, às 17h, pelo Brasileirão. O Palmeiras, por sua vez, tenta reverter um resultado negativo diante do Athletico-PR, pelo jogo de volta da semifinal da Libertadores. A bola rola na terça, às 21h30, no Allianz Parque.

FICHA TÉCNICA

RB BRAGANTINO 2 x 2 PALMEIRAS

Local:
Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Data e hora: 3/9/2022, às 19h
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA/SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA/SP)
Público e renda: pessoas/ R$
Cartões amarelos: Artur, Lucas Evangelista, Luan Cândido e Aderlan (RBB); Wesley, Atuesta, Vanderlan e Zé Rafael (PAL)
Gols: Luan Cândido (23’/1ºT) (1-0), Artur (35’/1ºT) (2-0), Cleiton (contra/48’/1ºT) (2-1), Merentiel (25’/2ºT) (2-2)

RB BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista (Praxedes, aos 35’/2ºT) e Eric Ramires (Sorriso, aos 35’/2ºT); Hyoran (Helinho, no intervalo), Artur e Alerrandro (Jadsom Silva, aos 19'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Kuscevic e Vanderlan; Danilo, Atuesta (Menino, aos 14'/2ºT) e Bruno Tabata (Merentiel, aos 19'/2ºT); Scarpa (Zé Rafael, aos 19'/2ºT), Wesley (Dudu, aos 14'/2ºT) e Flaco López (Rony, aos 14'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.