Com Gabriel Neves suspenso, Pablo Maia pode recuperar boa fase em decisão do São Paulo


Gabriel Neves não estará disponível para Rogério Ceni em confronto válido pelo jogo de volta do São Paulo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Tudo isso porque o jogador estará cumprindo suspensão.

Galeria
> Mercado fechado: confira o balanço da janela de transferências do São Paulo

Tabela
> Veja tabela da Copa do Brasil e simule os próximos jogos

Pablo Maia deve ocupar a vaga. A presença do jogador em uma decisão tão importante pode ser um gás para recuperar a boa fase que viveu durante o Campeonato Paulista.

No estadual, a cria de Cotia foi um dos grandes destaques da campanha do Tricolor. Na competição, marcou até em clássico, contra o Palmeiras - onde o São Paulo venceu por 3 a 0. Também foi essencial no jogo contra o São Bernardo, que classificou o Tricolor paulista por 4 a 1 para a semifinal do Paulistão. O camisa 29 marcou o segundo gol da partida e deu assistência para o gol de Calleri, nos acréscimos do segundo tempo.

Sem Luan, que está desfalcado devido à recuperação de uma cirurgia no adutor esquerdo, Pablo Maia e Gabriel Neves passaram a ter mais chances na equipe.

A cria de Cotia, porém, perdeu um pouco do espaço depois do fim do Paulista. Mesmo relacionado em praticamente todos os jogos, passou a ser visto mais como reserva de Neves - que ganhou mais minutos por conta do seu bom desempenho nos confrontos recentes.

Alguns erros podem ter contribuído para isso. Contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro há algumas rodadas atrás, cometeu um erro que deu chance para um dos gols do Rubro-Negro.

Maia se atrapalhou no ataque e o Flamengo contragolpeou o Tricolor com superioridade numérica. O lance originou o segundo gol da equipe carioca, marcado por Gabigol. O São Paulo foi derrotado por 2 a 0.

O lance gerou até uma discussão entre Galoppo e a cria de Cotia. Os dois se desentenderam após o argentino cobrar o garoto pelo ocorrido.

Contra o América-MG, nesta quinta-feira (18), Pablo Maia tem chance de se mostrar decisivo. O jogador apresenta algumas características diferenciadas. Atua como um volante de marcação, mas que apoia o ataque com qualidade, principalmente no início da construção das jogadas. Quando chega mais adiante, tem o chute de fora da área como principal arma. Isso foi visto justamente quando ajudou a equipe na classificação do Paulista e no clássico com o Palmeiras.

O Tricolor encara o Coelho com uma vantagem mínima de um gol. Caso aplique tais características contra a equipe mineira e amplie mais ainda o placar, pode voltar a receber o mesmo 'status' que segurou durante o começo da temporada.