Com 67 minutos na Seleção, Pedro chega mais perto de convencer Tite por vaga na Copa

Pedro marcou o último gol da vitória da Seleção Brasileira sobre a Tunísia (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)


Teve reverência em Paris. A primeira com a camisa da Seleção Brasileira. Vivendo fase mágica em 2022, Pedro fechou a goleada por 5 a 1 sobre a Tunísia e deu o recado em alto e bom som ao técnico Tite: quer a vaga no ataque para a Copa do Mundo do Qatar. Acionado no intervalo, o jogador do Flamengo fez um gol e foi bem no segundo e último teste dele neste ciclo.

Pedro só tinha feito 22 minutos pela Seleção antes de entrar em campo nesta terça-feira. Ele foi convocado em novembro de 2020, pelas Eliminatórias, quando jogou diante da Venezuela. No tempo completo que teve contra a Tunísia, deu duas finalizações no alvo, oito toques, fez duas faltas e teve um chute bloqueado de acordo com o "SofaScore". Foi um dos destaques no time já mexido da segunda etapa no Parque dos Príncipes.

Tite foi "cobrado" ao longo dos últimos dias para usar Pedro, assim como recebeu diversos pedidos para que ele estivesse nessa convocação antes da lista final para a Copa do Mundo. O centroavante do Flamengo mostrou o motivo: precisou de uma chance clara para balançar a rede com um golaço em uma partida já controlada. São 25 gols no ano, a melhor temporada da carreira.

Veja a tabela da Copa do Mundo do Qatar

​Antes do jogo, Tite afirmou que não era somente essa partida que determinaria uma convocação para a Copa. Considerando apenas o 2022 do atacante, a vaga já era vista por muitos como questão de tempo. Baseado no último "treino" antes do Mundial, o treinador e sua comissão terão trabalho para deixá-lo de fora da lista dos 26 finais.

- Costumamos dizer que são bons problemas no ataque. É um momento final de preparação, não digo só o ataque, mas em todos os setores temos competição qualificada. É uma boa expectativa, os números mostram a nossa evolução. Temos as nossas reuniões que quebramos o pau depois de falar tão polidamente e cada um defende o que acha melhor, deixando o Tite mais "apurado". Damos o primeiro filtro para ele ter a palavra final - disse César Sampaio em entrevista coletiva.

Esta foi a terceira convocação de Pedro para a Seleção principal. Na primeira, ele foi cortado por lesão. Na segunda, teve só 22 minutos. Agora, com 45, parece ter passado a frente de muitos dos concorrentes na briga por uma vaga no Qatar.

Depois do último jogo, a Seleção Brasileira terá a convocação final no dia 7 de novembro, enquanto a lista de 55 atletas será enviada à Fifa em 21 de outubro. Os jogadores se reúnem em Turim no dia 14 de novembro, enquanto o Brasil estreia na Copa contra a Sérvia dia 24.