Com 100% de aproveitamento, atletas da Libertas EC fazem a festa no WR Fight 5

A equipe Libertas EC teve um final de semana perfeito e conquistou mais três vitórias no MMA (Foto: divulgação)


A equipe Libertas Esportes de Combate teve um final de semana com 100% de aproveitamento. Três lutadores da equipe liderada por André Benkei subiram ao cage no último sábado (17) pelo WR Fight 5, evento idealizado pelo ex-lutador do UFC Wagner “Wagnão” Silva e que foi realizado na cidade de Coimbra, em Minas Gerais, e não tomaram conhecimento dos seus respectivos adversários. O primeiro a subir ao cage foi Jorginho Garcia, que chegou a sua segunda vitória pela equipe ao finalizar com um mata-leão no terceiro round. Em seguida foi a vez de Gabriel Yamazaki, de apenas 22 anos, que também venceu com um mata-leão após raspar, pegar as costas e encaixar o estrangulamento. Na luta principal do evento, o kickboxer Wallyson “Maguila” Carvalho mais uma vez deu show e venceu na decisão dos juízes.

“Conseguimos três vitórias, duas por finalização e a minha foi um domínio no solo diante de um adversário do qual a sua equipe é reconhecidamente forte no Jiu-Jitsu. Mas nós estamos preparados para lutar MMA independente da modalidade de origem de cada um. Nós treinamos tudo, todos os dias, exaustivamente. Sobre a minha luta, eu me surpreendi com a qualidade técnica do meu adversário em pé. O fato dele ser canhoto dificultou um pouco mais, porque eu entrei para lutar com a mão direita já lesionada, e o fato da base dele ser trocada me forçou a usar mais a mão direita. No primeiro round ele foi melhor, mas eu voltei com uma tática diferente no segundo e no terceiro round e consegui virar o combate”, contou Maguila.

Com mais esses três resultados positivos, a equipe Libertas Esportes de Combate, que foi fundada em dezembro do ano passado e está baseada na cidade de Mariana, em Minas Gerais, chegou a 11 vitórias e apenas três derrotas no MMA profissional. Maguila, que também é o treinador de Kickboxing da Libertas EC, destacou a estrutura da equipe como o diferencial para alcançar bons resultados em tão pouco tempo de trabalho.

“A equipe está muito bem estruturada. Estamos fazendo um trabalho impecável em todas as áreas. Nesse evento deu para ver a nossa evolução na parte de Grappling, tanto no Wrestling, onde temos como treinadores os iranianos Shahin Najafi e Poya Baghbani, que também são lutadores de MMA da equipe, quanto no Jiu-Jitsu e na Luta Livre, comandado pelo treinador Leonardo Genuíno. Eles estão fazendo a diferença e ajudando na evolução da equipe como um todo. Então, o resultado que estamos colhendo é fruto desse grande trabalho em equipe”, destacou Maguila.