Coach de gamers destaca as principais forças do Brasil no mundial de CS: GO

Diego de Paula conhece os principais nomes que podem levar o Brasil ao topo (Foto: Divulgação)


Ingressos estão esgotados para o Champions Stage, que será disputado entre os dias 10 e 13 de novembro, na Jeneusse Arena. O Counter-Strike: Global Offensive é um dos jogos mais importantes da história dos e-Sports. Mais recente título da série Counter-Strike, o CS:GO representa o que o esporte eletrônico tem de melhor: um calendário repleto de campeonatos durante todo o ano e que percorre os quatro cantos do mundo, arenas lotadas nos eventos presenciais, uma comunidade bastante engajada, pro players de grande sucesso, prestígio, e premiações milionárias.

Recentemente a ESL, conhecida como Electronic Sports League, maior entidade organizadora e produtora de torneios de e-Sports do mundo, informou no dia 25 de maio que os ingressos para o IEM Major Rio 2022, o campeonato mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) a ser disputado no Rio de Janeiro, estão esgotados. A venda das entradas terminou em uma hora, de acordo com o perfil da ESL Brasil no Twitter. Contudo, a empresa não especificou a quantidade de ingressos comercializadas. Clubes de futebol aproveitaram o assunto em alta nas redes sociais para oferecer, em tom de brincadeira, seus estádios para a realização do evento em um local maior.

Ao longo das inscrições, torcedores e personalidades dos e-Sports se mobilizaram nas redes sociais pedindo que o evento fosse realizado em uma arena maior para poder receber mais público. Até o ucraniano Oleksandr "s1mple", o melhor jogador de CS:GO do mundo e vice-campeão do PGL Major Antwerp 2022 com a NAVI, se manifestou e pediu que o campeonato no Brasil acontecesse em um estádio. “Estádio de futebol ou eu não vou, ESL”, disparou s1mple.

Independentemente das brincadeiras, o CS: GO vai acontecer mesmo na Jeneusse Arena, com muito apoio para os competidores brasileiros. Vale salientar que são cinco vagas para a primeira fase, incluindo só times do continente sul-americano. Coach dos gamers, Diego de Paula conhece muito os principais nomes que podem levar o Brasil ao topo do mundo e fazer a torcida feliz.

“A principal equipe brasileira que vai representar o Brasil no primeiro Major no país é a Furia, em seguida temos a Imperial que conta com uma equipe muito experiente principalmente quando se fala de Major, pois já carregaram esse troféu em duas edições do maior campeonato de CS:GO”, afirma o coach, que em seguida falou um pouco mais sobre os destaques brasileiros:

“Também não podemos descartar a 00nation que veio se reforçando nos últimos meses com a junção de dois grandes campeões, TACO e Coldzera, que foram grandes protagonistas nas duas conquistas do brasil no major! Ainda assim temos outras grandes equipes que brigaram fortemente para desenrolar uma vaga no major. Que são a Pain Gaming, MiBR e a Hummer.”

Com os Ingresso esgotados o evento promete ser um sucesso, mas não é possível saber a carga de ingressos colocada à venda para o IEM Major Rio 2022, o primeiro realizado no Brasil. Não só porque a capacidade máxima pode não ser utilizada, a depender da configuração do palco, da plateia e dos bastidores, como também há entrada vendidas desde 2020, quando o campeonato mundial no Brasil seria realizado se não fosse a pandemia de Covid-19. A ESL não detalhou quantas pessoas mantiveram os tíquetes ao longo desses dois anos.