Cinco anos depois, Flamengo tem cenário oposto no gol e vive segurança com Santos


As últimas lembranças do Flamengo em uma final de Copa do Brasil não foram boas. Vice-campeão em 2017 para o Cruzeiro, o Rubro-Negro viu os goleiros Thiago e Muralha serem taxados de vilões. Na época, Diego Alves, contratado após 10 anos no futebol espanhol, não pôde ser inscrito e ficou de fora da decisão. Agora, de volta a uma final nacional e outra continental em 2022, o Fla se vê em um cenário oposto e conta com uma de suas grandes contratações recentes: Santos.

Na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo que definiu a vaga na final da Copa do Brasil, o goleiro foi novamente muito seguro, salvou nos momentos em que o Fla sofreu pressão no início da partida e garantiu mais uma decisão para a carreira. Contratado em abril deste ano, Santos custou cerca de 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 15,5 milhões, segundo a cotação da época) após deixar o Athletico-PR, onde foi formado e era titular desde 2018.

+ VÍDEO: Veja a festa da torcida do Flamengo antes de jogo contra o São Paulo, pela Copa do Brasil

No currículo, Santos tem duas Copas Sul-Americanas, uma Copa do Brasil e três Estaduais. Pela Seleção Brasileira, foi campeão dos Jogos Olímpicos de 2021. Já no primeiro ano de Flamengo, pode adicionar mais uma edição do torneio mata-mata nacional à lista, além da Libertadores e até do Campeonato Brasileiro, um sonho um pouco mais distante neste momento.

+ Veja a tabela da Copa do Brasil

Nos vice-campeonatos em 2017, o Flamengo foi o time com mais jogos na temporada no Brasil e viu as 42 baixas por lesões decretarem o insucesso. Na época, Reinaldo Rueda não conseguiu contar com Thiago no segundo jogo da final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro por uma fratura no punho esquerdo. César, na época quarta opção, foi testado na Sul-Americana, mas Alex Muralha acabou sendo a cara daquele fracasso contra o Cruzeiro.

Santos - Flamengo
Santos - Flamengo

Santos tomou conta da posição desde a chegada de Dorival Júnior (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O torcedor rubro-negro espera que o roteiro nas decisões deste ano seja diferente. O Flamengo decide a final da Libertadores contra o Athletico-PR, ex-time de Santos, no dia 29 de outubro, em Guayaquil, no Equador. Já na Copa do Brasil, espera o vencedor de Fluminense e Corinthians, que será definido nesta quinta-feira. Os dois jogos são nos dias 12 e 19 de outubro.

+ Flamengo garante valor milionário em premiação e supera expectativas na Copa do Brasil


Santos foi titular em 28 jogos do Flamengo na temporada e sofreu 24 gols. Diante do São Paulo, no segundo jogo da semifinal, fez cinco defesas, sendo quatro dentro da área. Com o goleiro, que é titular inclusive no Brasileirão, o Flamengo volta a campo no próximo domingo, às 16h, para o clássico diante do Fluminense. Este será o primeiro Fla-Flu do goleiro na carreira.