Chelsea demite o técnico Thomas Tuchel

O Chelsea, que tem um início de temporada modesto, anunciou nesta quarta-feira (7) a demissão do técnico alemão Thomas Tuchel, que conquistou a Liga dos Campeões com os Blues em 2021, um dia após a derrota para o Dinamo de Zagreb (1-0).

Tuchel, que chegou ao clube em janeiro de 2021, conquistou o título europeu apenas quatro meses depois com o Chelsea, que ocupa atualmente o sexto lugar na Premier League e mudou de proprietário em maio, com a chegada de um consórcio de investidores liderado pelo empresário americano Todd Boehly.

"Thomas terá um espaço merecido na história do Chelsea depois de ter conquistado a Liga dos Campeões, a Supercopa da Europa e o Mundial de clubes", afirma o clube em um comunicado.

"Mas quando a nova diretoria celebra 100 dias no comando do clube e continua trabalhando duro para fazer a instituição avançar, os novos proprietários acreditam que é o momento oportuno para fazer esta mudança", completa a nota.

Tuchel (49 anos), que tinha contrato até 2024, foi demitido após um início de temporada discreto com os Blues, clube que gastou muito em contratações na pré-temporada, com quase de 300 milhões de euros investidos em jogadores como Raheem Sterling, Wesley Fofana e Pierre-Emerick Aubameyang.

Ma os resultados que demoram a acontecer e a derrota em Zagreb pela primeira rodada da Liga dos Campeões aumentaram a pressão contra o técnico alemão, que já registrava duas derrotas em seis rodadas da Premier League.

O Chelsea, que enfrenta o Fulham no sábado pelo campeonato inglês, terá que mudar de rumo rapidemente, antes da partida decisiva contra o RB Salzburg na próxima quarta-feira pela Liga dos Campeões.

jw-jed/psr/fp