Chefe da Uefa diz estar certo de que Copa do Mundo de 2030 será em Portugal e Espanha

Presidente da Uefa, Aleksander Ceferin

(Reuters) - O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, disse nesta segunda-feira que tem certeza de que Espanha e Portugal vão sediar a Copa do Mundo de 2030.

Os dois países assinaram um acordo em 2020 para avançar com uma candidatura conjunta para sediar o torneio e o oficializaram em junho.

"Tenho certeza de que a Copa do Mundo de 2030 será disputada na Espanha e em Portugal", disse Ceferin por videoconferência durante a abertura do congresso internacional Football Talks, em Lisboa, nesta segunda-feira.

"Esta candidatura é vencedora e faremos todo o possível para ajudar os dois países que são apaixonados, vivem e respiram futebol e que têm uma boa infraestrutura."

Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai anunciaram uma proposta sul-americana de quatro vias que pode ter valor sentimental, já que o Uruguai sediou a Copa do Mundo inaugural em 1930.

As quatro federações do Reino Unido contemplaram uma candidatura conjunta com a Irlanda, enquanto Bulgária, Sérvia, Grécia e Romênia também planejaram uma candidatura conjunta, embora ambas tenham sido retiradas.

Em 2018, o Marrocos anunciou que apresentaria uma candidatura para sediar o torneio em 2030, com relatos posteriores acrescentando que poderia ser uma parceria com a Arábia Saudita e o Egito. Relatos da mídia indicaram que a China também poderia apresentar sua proposta.

O Catar sediará a Copa do Mundo deste ano, seguido por Canadá, Estados Unidos e México em 2026.

(Reportagem de Fernando Kallas em Madri)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS TR