Chapecoense bate o Bahia, coloca fim a jejum de vitórias e deixa o Z4 da Série B


Em situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, Bahia e Chapecoense mediram forças na noite desta terça-feira, na Arena Fonte Nova, pela 13ª rodada. E os catarinenses surpreenderam ao vencer por 1 a 0. Nos primeiros movimentos da etapa inicial, Chrystian marcou o gol do Verdão do Oeste, que voltou a triunfar depois de sete rodadas seguidas sem vitórias.

+ Veja a tabela da Série B e simule os resultados dos jogos

Com o resultado, os visitantes chegaram aos 15 pontos, pulando para a 11ª colocação, enquanto o time comandado por Guto Ferreira, que acabou sofrendo seu primeiro revés em casa na competição, manteve-se na vice-liderança com seus 25 pontos.

Bahia x Chapecoense
Bahia x Chapecoense

Chape venceu fora de casa (Foto: Reprodução/SporTV)

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CHAPE ABRE O PLACAR LOGO NO INÍCIO

Mesmo jogando longe de seus domínios, a Chapecoense não quis saber de sofrer a tradicional pressão inicial por parte do Bahia, mandante no jogo, e tratou de ir pra cima. Com isso, aos 2 minutos de bola rolando, após cobrança de falta, Chrystian mandou de cabeça para o fundo das redes inaugurando o marcando na Fonte Nova.

Entretanto, momentos depois, a equipe catarinense acabou ficando em desvantagem numérica. Inicialmente aplicando o cartão amarelo a Perotti em entrada dura do atacante, o árbitro, através do VAR, acabou voltando atrás e deu o cartão vermelho ao camisa 9 deixando a Chape com 10 em campo.

BAHIA BUSCA EMPATE

Vendo o tempo passar, o time da casa passou a ficar em cima do adversário. Porém, até meados dos 30 minutos, apesar de ter mais posse de bola, poucos eram os lances de perigo contra o goleiro Vagner que apenas mantinha-se atento debaixo das traves.

Na reta final da etapa, contando com os acréscimos, o Verdão do Oeste passou a equilibrar as coisas. Entretanto, não diferente de como foi por parte do Esquadrão, pouco aproveitou as chances que apareciam tentando administrar o resultado parcial.

MUDANÇAS DOS DOIS LADOS E BLITZ DO BAHIA

Na volta para o segundo tempo, o técnico Guto Ferreira, acreditando em uma possível reação de sua equipe, decidiu promover algumas trocas, entre elas a entrada do atacante Vitor Jacaré, enquanto Gilson Kleina acabou tirando Derek para colocar em seu lugar Kevin.

Não muito diferente de como foi boa parte da primeira etapa, o Tricolor não dava sossego para a Chape. Além de mandar uma bola na trave, exigiu de Vagner que chegou a fazer boa defesa na finalização de Jacaré.

ESQUADRÃO TEM JOGADOR EXPULSO E CHAPE SEGURA RESULTADO

Voltando a atacar, os mandantes seguiam na insistência de encontrar seu gol. Apesar de uma boa tentativa em um lance conturbado, onde Vagner chegou a derrubar Jacaré na área, a arbitragem inicialmente chegou a marcar falta do goleiro, mas o assistente acabou flagrando um impedimento do camisa 29, anulando a jogada.

Mas as coisas voltaram a ficar mais equilibradas aos 20 minutos, quando Patrick de Lucca acabou recebendo o segundo amarelo na partida, sendo expulso posteriormente. Porém, mesmo com um a menos também, seguiu martelando em busca de seu tento, acabou não tendo capricho nas finalizações fazendo com que a Chape conseguisse segurar a vitória até o apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 x 1 CHAPECOENSE

Data e horário: 14/06/2022, às 19h (de Brasília)
​Local: Itaipava Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
VAR: Wagner Reway (PB)

Cartões Amarelos: Pablo, 27'/1ºT; Vágner,37'/1ºT; Patrick, 2'/2ºT; Kevin, 26'/2ºT; Chrystian, 34'/2ºT

Cartões Vermelhos: Perotti, 8'/1ºT; Patrick de Lucca, 20'/2ºT

Gols: Chrystian, 2'/1ºT (1-0);

BAHIA: Danilo Fernandes; Douglas Borel (Raí Nascimento, aos 28'/2ºT), Ignácio (Rezende, no intervalo), Luiz Otávio e Djalma (Luiz Henrique, no intervalo); Patrick, Daniel e Lucas Mugni (Lucas Mugni, no intervalo); Rildo, Rodallega e Davó (Gabriel Xavier, aos 21'/2ºT).
(Técnico: Guto Ferreira)

CHAPECOENSE: Vagner; Pablo, Léo, Victor Ramos e Fernando; Marcelo Freitas (Betinho, aos 25'/2ºT), Pablo Oliveira, Tiago Real (Éderson, aos 24'/2ºT) e Derek (Kevin, no intervalo); Perroti e Chrystian (Frazan, aos 34'/2ºT).
(Técnico: Gilson Kleina)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos