Ceni não garante permanência no São Paulo após perda do título

*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO-SP, 05.03.2021 - Técnico do São Paulo, Rogério Ceni, na partida contra o Corinthians pelo Campeonato Paulista 2021. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO-SP, 05.03.2021 - Técnico do São Paulo, Rogério Ceni, na partida contra o Corinthians pelo Campeonato Paulista 2021. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Antes da final da Sul-Americana, Rogério Ceni afirmou em algumas oportunidades que o resultado na decisão determinaria sua continuidade ou não à frente da equipe tricolor. Após a derrota para o Del Valle neste sábado (1), porém, o técnico deixou a possibilidade ainda me aberto.

"Isso [permanência] vamos analisar nos próximos dias, jogar o próximo jogo do Brasileiro. Vamos analisar com calma", disse.

Para o treinador, a equipe precisa se concentrar no Nacional para salvar a próxima temporada. O objetivo do clube, agora, é conquistar ao menos uma vaga na pré-Libertadores. Atualmente, o clube está na segunda metade da tabela, com 37 pontos, fora inclusive da zona de classificação para a Sul-Americana do ano que vem.

"Hoje era um dia muito importante na história do clube, poderíamos ter mudado essa década", lamentou o comandante. "Lamentamos pelo torcedor que viajou, teve dificuldades, compareceu em um número muito legal. Isso é o que mais dói", afirmou o comandante tricolor.

Já o atacante Luciano reconheceu que o Del Valle fez por merecer a conquista do título e pediu desculpas aos torcedores.

"[Temos que] reconhecer que erramos, que não fizemos o correto e perdemos o campeonato. Eles foram melhores, fizeram os dois gols nas duas chances que tiveram. Agora, é seguir para ver o que podemos fazer no [Campeonato Brasileiro]", afirmou o atacante.

Na sequência, ele se dirigiu à torcida tricolor. "Estamos todos tristes, é lamentar. Mais uma vez, pedir desculpas ao torcedor, estou mais uma vez pedindo desculpas ao torcedor. A gente queria dar o título para eles, mas não deu."

Luciano lamentou especialmente, também, porque ele poderia ter terminado a competição como o grande nome do São Paulo na competição. Com cinco gols em 12 jogos, ele foi o artilheiro do time no torneio.

Justamente na decisão, porém, ele teve uma de suas piores atuações. Todo o ataque tricolor esteve mal. Ao todo, o time teve dez finalizações, sendo apenas quatro ao alvo.