Rogério Ceni elogia Fluminense, projeta descanso a atletas e São Paulo deve ir a campo com 'crias de Cotia'


Passada a maratona das oitavas de final, tanto da Copa Sul-Americana quanto da Copa do Brasil, com a classificação selada em ambas, o São Paulo volta suas atenções exclusivas no Campeonato Brasileiro. E o adversário deste domingo (17), às 16h (de Brasília), no Morumbi, será o Fluminense, rival elogiado pelo técnico Rogério Ceni, que enumerou as dificuldades que encontrará para o duelo.


GALERIA
+ ATUAÇÕES: Jandrei salva o São Paulo nos pênaltis, se vinga de arquirrival e define classificação às quartas da Copa do Brasil


- O Fluminense, não só pela posição que ocupa, mas tem um ótimo treinador, um time que está encaixado e um meio-campo que tem muitas opções de qualidade. Muitas mesmo. Há muito tempo nós só temos Pablo (Maia) e (Gabriel) Neves (para primeiro volante). O meio-campo é o coração do time. E eles têm o Ganso jogando como o gênio que sempre foi. O Fluminense é um time com muitas opções.

Opções que Ceni não deve ter no domingo. O time volta a treinar neste sábado (16), no CT da Barra Funda e o treinador começará a esboçar a equipe que entrará em campo. Para o duelo, a boa notícia da volta enfim de Nikão. O camisa 10 se recuperou de vez da contusão no tornozelo após quase dois meses fora, atuou ante o Palmeiras na quinta-feira (14) e chegou a bater um pênalti na disputa que levou o Tricolor às quartas de final do principal mata-mata nacional.

Deve ser uma das novidades no time titular. Que deverá sofrer alterações por opção do próprio Ceni.

- Vamos ter que fazer trocas para esse jogo. Tem gente muito cansada. Enquanto a gente consegue alternar jogadores para não correr risco de lesões.

Lesões que continuam a assombrar o Tricolor. Arboleda (cirurgia no tornozelo esquerdo), Luan (cirurgia no adutor esquerdo) e Caio (cirurgia no joelho direito) são desfalques certos para a maratona. Reinaldo (estiramento no adutor direito), Colorado (transição após
lesão no reto femoral direito) e André Anderson (dores musculares) não devem aparecer domingo.

Luciano, Rodrigo Nestor, Diego Costa, Léo e Gabriel Neves voltam após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo diante do Atlético-MG. Mesmo assim, Ceni deve apostar novamente em algumas opções vindas da base, como no Mineirão. Nada que tire o ânimo do treinador.

- O que tem aqui é muito coração. Os meninos que vêm da base tem muita paixão. O treinador deles é um cara que viveu muito isso, aprendeu a ter o amor pela instituição. Isso faz com que a gente dê valor à camisa, à historia... E cria o comprometimento dos mais velhos.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa do Brasil-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos