Ceará sai na frente, mas Goiás arranca empate no fim pelo Brasileirão


No estádio da Serrinha (Hailé Pinheiro), em Goiânia, em confronto válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, Goiás e Ceará empataram pelo placar de 1 a 1. O Vozão abriu o marcador no início da etapa inicial com Mendoza. O Esmeraldino arrancou o empate no fim do segundo tempo, em pênalti convertido por Pedro Raul. Com o resultado, o Ceará permaneceu no 12º lugar e o Goiás na 13ª colocação. Ambas as equipes possuem 14 pontos ganhos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Na próxima rodada, o Ceará joga contra o time do Atlético-MG, no Castelão, em Fortaleza. Já o Goiás pega o Internacional, no estádio da Serrinha (Hailé Pinheiro), em Goiânia. Ambas as partidas serão realizadas no dia 15 de junho.


PRIMEIRO TEMPO
CEARÁ COMEÇA COM TUDO E INAUGURA O PLACAR

Mesmo jogando fora de casa, o Ceará começou a partida como se estivesse no Castelão e partiu com tudo para cima do Goiás. A pressão inicial do Vozão deu certo e placar foi inaugurado logo aos 8 minutos. Michel Macedo recebeu passe e levantou a bola na área, Mendoza subiu no meio da defesa do Verdão e cabeceou para fazer: 1 a 0 para o time alvinegro.

GOIÁS RESPONDE E QUASE EMPATA
O time Esmeraldino respondeu rápido e, três minutos depois, quase empatou a partida. Pedro Raul recebeu pelo lado esquerdo, avançou e bateu cruzado, ninguém desviou e a bola acabou saindo pela linha de fundo.

CEARÁ PERMANECE DOMINANDO A PARTIDA E QUASE AMPLIA
O quase empate do Goiás não intimidou o Ceará, que continuou dominando a partida durante toda a etapa inicial. O Vozão criou no mínimo três boas oportunidades com Vina, Messias e Mendoza, mas a bola teimou em não entrar.

SEGUNDO TEMPO
QUASE O CEARÁ MARCA

A etapa complementar começou com o Ceará quase ampliando o placar. Aos 3 minutos, Mendoza domina pelo lado esquerdo e, mesmo marcado, consegue finalizar. Bem posicionado, Tadeu jogou a bola para escanteio e evitou o segundo do Vozão.

PARTIDA PERDE INTENSIDADE
O Goiás tentava ser mais agressivo em busca do empate, mas o time Esmeraldino encontrava muitas dificuldades para furar a defesa do Ceará. Apesar de controlar a partida, o Vozão diminuiu bastante a intensidade e passou a administrar a vantagem.

PÊNALTI PARA O GOIÁS E EXPLUSÃO NO CEARÁ
O jogo estava arrastado e com poucas emoções. Mas uma jogada na área do Goiás fez tudo mudar. Aos 35 minutos, Bruno Pacheco disputou uma bola no alto com Maguinho e acabou acertando o cotovelo no adversário. O árbitro não teve dúvida: marcou a penalidade e expulsou Bruno Pacheco.

Após quatro minutos de paralisação e muita reclamação pelo lado do Ceará, finalmente o árbitro conseguiu autorizar a cobrança. Pedro Raul foi para bola e bateu forte do lado esquerdo do goleiro João Ricardo para empatar: 1 a 1.

CEARÁ QUASE FAZ
O gol animou o Goiás que se lançou para o ataque. O Ceará aproveitou e encaixou um ótimo contra-ataque, aos 42 minutos. Mendoza foi lançado, cortou a marcação e bateu. Só que Tadeu teve uma ótima leitura da jogada ao sair, fechar o ângulo e fazer uma grande defesa.

JOGO FICA FRANCO NO FIM, MAS ACABA EMPATADO
Como o jogo teve várias paralisações (só no pênalti foram 4 minutos), o árbitro deu 9 minutos de acréscimos. O jogo bem franco nos minutos finais, com as duas equipes buscando o gol da vitória na base do abafa. No entanto, os dois ataques não conseguiram colocar a bola para dentro e a partida acabou empatada pelo placar de 1 a 1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos