CBF veta transmissões em estádios a pedido da Globo

Transmissões ao vivo antes e após as partidas não serão mais permitidas pela CBF.
Transmissões ao vivo antes e após as partidas não serão mais permitidas pela CBF. Foto: (Paulo Paiva/AGIF)

A pedido da TV Globo, a CBF irá proibir que emissoras de televisão que não possuam os direitos de transmissão das competições por ela organizadas realizem entradas ao vivo antes e após as partidas, uma vez que o veto já era vigente no período durante os 90 minutos, por um entendimento do grupo carioca de que seus direitos estariam sendo desrespeitados por canais concorrentes.

Geralmente, as emissoras esportivas brasileiras que não possuem os direitos de transmissão têm feito entradas ao vivo com seus repórteres, diretamente dos estádios nos períodos prévio e posterior aos jogos, o que, de acordo com a Globo, também faz parte do evento esportivo e, por consequência, dentro do direito da detentora de transmissão.

Leia também:

A atitude da Globo segue o comportamento padrão estipulado pela Conmebol nas competições que acontecem sob seu guarda-chuva. Em partidas das Copas Libertadores da América, Sul Americana e América, repórteres de TV têm seus credenciamentos aprovados, mas precisam ser colocados em regiões específicas do setor de imprensa, não podem captar e, muito menos, transmitir imagens ao vivo. Os cinegrafistas, inclusive, não são permitidos na área do evento.

Buscando ampliar seu domínio dentro dos estádios de futebol, a Globo entende que, uma vez que outras emissoras possam transmitir ao vivo diretamente das arenas esportivas, o valor dos direitos de transmissão não deveria ser pago em sua totalidade, o que pode fazer com que futuras negociações envolvendo a emissora carioca, os clubes que disputam as competições da CBF e a própria entidade máxima do futebol nacional sejam diferentes no futuro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos