CBF suspende jornalista que atacou youtuber flamenguista

A CBF decidiu por suspender o credenciamento do jornalista Thiago Lucca, da Rádio Trio de Ferro, por três partidas em decorrência do episódio envolvendo o profissional e Guilherme Pinheiro, torcedor identificado com o Flamengo que é dono do casal 'Flazoeiro' na última quarta-feira após a vitória por 1 a 0 do Fla pra cima do Athletico Paranaense, que rendeu ao clube carioca a vaga nas semifinais da Copa do Brasil.

Além da punição da entidade máxima do futebol brasileiro, a ACEP-PR (Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná) já o havia suspendido pelo período de 120 dias, mas dando a Thiago o prazo de 10 dias corridos para que apresentasse a sua defesa do caso.

Leia também:

Logo após o apito final da partida, Flazoeiro gravava um vídeo para seu canal do Youtube quando foi interrompido pelo repórter paranaense com as seguintes falas: "Calma, essa casa tem dono! Aqui quem manda é o Athletico! Eu vou arrebentar esse celular se você continuar fazendo essas palhaçadas!". Guilherme buscou acalmar os ânimos, dizendo que estava falando sobre o Flamengo e o técnico Dorival Junior, algo que não adiantou.

Airton Cordeiro Filho, um dos donos da Rádio Trio de Ferro, publicou um vídeo no perfil oficial do veículo no Instagram onde dá o seu lado da história.