CBF afasta equipe do VAR de Inter x Botafogo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Rafael Traci e Helton Nunes atuaram no VAR no último domingo e seriam o árbitros de São Paulo x Palmeiras, mas foram trocados.
Rafael Traci e Helton Nunes atuaram no VAR no último domingo e seriam o árbitros de São Paulo x Palmeiras, mas foram trocados. Foto: (Rafael Vieira/AGIF)

Depois das polêmicas decisões tomadas na partida entre Inter e Botafogo, vencida pelos cariocas por 3 a 2 no último domingo, no Estádio Beira-Rio, a CBF decidiu por afastar a equipe do VAR que atuou no jogo que pegou fogo na 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Rafael Traci e Helton Nunes, que foram os árbitros que comandaram a cabine de vídeo no último domingo, também estavam escalados para a mesma função no clássico Choque Rei desta segunda-feira, quando o São Paulo recebe o Palmeiras no Estádio do Morumbi. Para o lugar da dupla afastada, a Comissão de Arbitragem da entidade máxima do futebol brasileiro definiu que Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e Vitor Carmona Metestaine serão o VAR e o auxiliar, respectivamente.

Leia também:

Em nota oficial divulgada pela CBF, a entidade citou que os profissionais passam por avaliação de seu desempenho técnico: "A Comissão de Arbitragem comunicou, nesta segunda-feira (20), a alteração da designação de VAR e AVAR da partida entre São Paulo e Palmeiras, pela 13ª rodada do Brasileirão Assaí 2022. A alteração se dá em razão dos árbitros designados anteriormente, Rafael Traci e Helton Nunes, estarem sob avaliação do seu desempenho técnico. Como existe tempo hábil para nova designação, o VAR substituto será Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e o AVAR será Vitor Carmona Metestaine".

O polêmico lance foi a marcação de um pênalti para o Inter após a bola bater na barriga e, logo após, no braço do defensor Philipe Sampaio, do Botafogo. No lance, além da penalidade máxima, o zagueiro recebeu o cartão vermelho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos