Caso seja reeleito no Fluminense, Mário Bittencourt projeta ampliação do modelo de jogo de Diniz no clube

Mario Bittencourt é o presidente do Fluminense (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)


A continuidade de Fernando Diniz no Fluminense no ano que vem é uma possibilidade concreta a despeito da dor pela eliminação na Copa do Brasil, na última quinta-feira. Tanto que o atual presidente, Mário Bittencourt, projeta a ampliação do modelo de jogo do treinador no clube.

- O nosso trabalho, especialmente com relação ao trabalho dele, de reestruturação no campo, o futebol que a gente joga... a gente, obviamente, não está preocupado e avaliando a questão de resultados, e, sim, a continuidade desse trabalho. É um ano de eleição no Fluminense, já disse a ele (Diniz) que, caso eu continue, a partir de 2023 tenho interesse que ele fique conosco por muito tempo - afirmou o mandatário tricolor ao canal de televisão por assinatura Sportv. E emendou:

- Inclusive estruturando um trabalho que possa começar desde as divisões de base, para criarmos uma identidade de jogo, um estilo de jogo que venha desde a base porque gostamos muito do estilo de jogo que ele implementou. Eu acho que o futebol brasileiro precisa disso, precisa de modernidade, de um jogo de futebol que traga nossas características, que é ter posse de bola, que é jogar, agredir. A gente tem isso na cabeça - afirmou Mário Bittencourt.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

O Fluminense tem eleição presidencial prevista para novembro. O pleito deverá ter três candidatos.