‘Caso Pogba’: meia confirma que contratou ‘bruxaria’ e revela motivo

Pogba se envolveu em polêmica com Mbappé (Foto: Franck Fife / AFP)


O ‘Caso Pogba’ ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira. Segundo o canal francês ‘CNEWS’, o meia confirmou que contratou um serviço de ‘bruxaria’, mas não teria sido direcionado a Mbappé, como foi apontado anteriormente.

+ Chelsea mira a contratação de Neymar no fim da janela e oferece 'acordo sensacional'

Pogba teria admitido aos investigadores do caso que recorreu ao serviço de ‘bruxaria’. Porém, o real motivo seria para se proteger de potenciais lesões que prejudicam sua carreira, e não contra Mbappé.

Neste momento, Paul Pogba se recupera de uma lesão no joelho sofrida durante a pré-temporada. O meia deve estar apto para entrar em campo pela Juventus nas próximas semanas.

O meia francês se envolveu em uma polêmica na última semana, que começou com ameaças de seu irmão mais velho, Mathias Pogba. Ele disse que ia revelar segredos da carreira do jogador.

PROBLEMA ENTRE AMIGOS
​Segundo a "RMC Sport", a confusão envolvendo o meia da Juventus não é de hoje. Reconhecido por ajudar seus amigos de infância, Paul Pogba expulsou uma pessoa próxima de sua casa em janeiro por ter gastado cerca de 200 mil euros (R$ 1 milhão) em seu cartão de crédito.

Entre os dias 25 e 29 de março, quando o atleta estava em serviço da França para a disputa de amistosos internacionais, Pogba foi assaltado por dois indivíduos encapuzados. Um deles portava um fuzil M16. A dupla pedia cerca de 13 milhões de euros (R$ 65,5 milhões) ao jogador por "serviços prestados" como amigos.

+ Cristiano Ronaldo recebe oferta 'obscena' da Arábia Saudita, diz jornal

As informações do jornal indicam que o jogador da Juventus aceitou a chegada de uma terceira pessoa na conversa. O atleta, que até então defendia o Manchester United, chegou a dar 100 mil euros (R$ 500 mil) aos bandidos que o tentavam extorquir.

Há algumas semanas, Pogba declarou na Oficina Central de Crime Organizado que estava sendo vítima de um grupo criminoso formado por seu irmão e diversos amigos de infância. A Procuradoria de Paris investiga o caso.