Casagrande fala sobre 'noitada' de jogadores e compara gerações: 'Anos 80 era outro mundo'

Casagrande disse que não abria mão de 'curtir a vida' nos anos 80 (Reprodução)


Mais novo contratado do UOL, Walter Casagrande, ex-comentarista da Globo, participou do podcast 'Fala, Brasólho', nesta terça-feira. Durante o papo, o apresentador Fred questionou a opinião do ex-atacante sobre a vida noturna dos jogadores. Para responder, Casão fez uma comparação entre gerações.

+ Allan Jesus rebate questionamentos de Casimiro sobre Luva de Pedreiro

- É outro mundo. Lá nos anos 80, o futebol brasileiro era mais técnica, mais iniciativa e criatividade dos jogadores. Menos físico e tático. Hoje não, é muito mais intenso e físico. Jogo na quarta, no domingo, várias competições ao mesmo tempo, então o desgaste é muito grande - disse o ex-jogador, que complementou:

+ Após deixar a Globo, Casagrande é anunciado como reforço de portal

- A vida que eu levava nos anos 80, um jogador de hoje não conseguiria levar, é impossível. Eu não abria mão de curtir a minha vida e eu peguei uma época que dava para eu curtir e jogar. Fui artilheiro do campeonato em 82 e levava essa vida. Acabava os jogos, levava o Magrão (Sócrates) para um bar - comentou Casão.

+ Ex-jogador do São Paulo dispara sobre Daniel Alves: 'Por onde passa não deixa saudade'

Casagrande marcou época no Corinthians e conquistou dois Campeonatos Brasileiros pelo time paulista. O ex-jogador também somou passagens por São Paulo, Flamengo, Porto e Torino. Nos últimos 24 anos, Casão atuou como comentarista esportivo da Globo e deixou a emissora carioca na última semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos