Casa de Thomas Müller é roubada durante jogo contra o Barcelona

Thomas Müller soube da invasão de sua casa após a vitória do Bayern sobre o Barcelona por 2 a 0. Foto: Alexander Hassenstein - UEFA/UEFA via Getty Images
Thomas Müller soube da invasão de sua casa após a vitória do Bayern sobre o Barcelona por 2 a 0. Foto: Alexander Hassenstein - UEFA/UEFA via Getty Images

Thomas Müller tinha tudo para ter uma grande noite de terça-feira: o Bayern bateu o Barcelona por 2 a 0 na Allianz Arena e ele completava 33 anos. Mas na hora de festejar, o experiente jogador alemão teve uma surpresa nada boa.

Sua casa foi assaltada no meio da partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Leia também:

Segundo o jornal alemão BILD, a casa do meio-campista foi invadida na noite de ontem por volta das 22h00 durante a partida contra o Barcelona. A polícia confirmou que dinheiro, joias e objetos de valor na faixa 500 mil euros (cerca de 2,6 milhões de reais) foram roubados. Ainda não há vestígios dos ladrões e as investigações já estão em andamento.

O capitão do Bayern soube dos acontecimentos logo após o apito final e foi direto para casa. Isso também explica por que Müller não deu entrevistas pós-jogo. Oficialmente, o Bayern havia anunciado que a saída repentina de seu jogador de futebol se devia a um "encontro privado".

Confira a declaração da Polícia da Baviera

Ontem à noite, por volta das 22h00, a polícia recebeu a notificação de um assalto a uma casa familiar no município de Otterfing através de uma central de alarmes, pelo que várias patrulhas deslocaram-se ao imóvel para o verificar. Enquanto apenas alguns minutos depois a primeira patrulha da delegacia de polícia de Holzkirchen chegou ao prédio residencial, pelo menos dois criminosos desconhecidos fugiram pelo jardim para um campo adjacente e escaparam no escuro.

Como resultado, outros serviços de emergência, bem como treinadores de cães de serviço e um helicóptero da polícia, foram alertados à comunidade de Otterfing para uma busca intensiva pelos ladrões fugitivos. No entanto, os esforços de busca não foram bem sucedidos até o momento.

Durante a busca em curso pelos autores, as investigações iniciais na cena do crime foram assumidas pelo serviço criminal permanente da Inspetoria de Polícia Criminal de Rosenheim, que agora é continuada pela Delegacia de Polícia Criminal de Miesbach devido à responsabilidade. Os estranhos roubaram dinheiro, joias e objetos de valor.