Carlos Queiroz retorna ao Irã e lidera seleção na Copa do Catar

Carlos Queiroz dirigiu a seleção do Irã nas últimas duas Copas do Mundo. Foto: Giuseppe Cacace/AFP via Getty Images
Carlos Queiroz dirigiu a seleção do Irã nas últimas duas Copas do Mundo. Foto: Giuseppe Cacace/AFP via Getty Images

Faltando 75 dias para o início da Copa do Mundo, o técnico português Carlos Queiroz voltou a treinar o Irã para uma segunda passagem. Ele vai substituir o croata Dragan Skocic, segundo a mídia estatal iraniana.

Na semana passada, Mehdi Taj foi eleito como o novo presidente da Federação Iraniana de Futebol (IRIFF) para um mandato de quatro anos. Uma das promessas de campanha era trazer de volta Queiroz para a seleção, o que já foi feito no dia em que assumiu o mandato.

Leia também:

Dragan Skocic foi demitido e recontratado em julho em um momento de turbulência na IRIFF. A incerteza e as manobras políticas complicaram os preparativos do Irã para a Copa do Mundo com os recursos financeiros do IRIFF limitados e as dificuldades em planejar amistosos de preparação por causa do isolamento do país.

Queiroz, no entanto, é imensamente popular no Irã depois de levar a equipe a duas Copas do Mundo consecutivas em 2014 e 2018. No Brasil, o Irã terminou no último lugar do Grupo F, conquistando um único ponto em um empate com a Bósnia e Herzegovina, mas quatro anos depois, na Rússia, quase chegaram à fase eliminatória depois de derrotar Marrocos por 1 a 0 no jogo inaugural e empatar em 1 a 1 com Portugal.

Em Doha, Queiroz e Irã enfrentarão Inglaterra, País de Gales e Estados Unidos. É o grupo com a maior média do ranking FIFA. A partida contra os Estados Unidos chamará a atenção global por causa da tensão política entre as duas nações, assim como foi na Copa do Mundo da França, em 1998.

Queiroz tem pouco tempo para preparar sua equipe. A janela de setembro oferecerá a oportunidade de jogar amistosos, mas a Copa do Mundo em uma diferente época do ano fará com que as equipes tenham menos tempo de treinamento antes do início da competição, em novembro.