Capitão da França explica por que não usará braçadeira com cores do arco-íris na Copa do Mundo

O goleiro Hugo Lloris será o capitão da França pela terceira Copa do Mundo consecutiva (Foto: Franck Fife / AFP)


Hugo Lloris, capitão da França, não usará braçadeira com cores do arco-íris durante a Copa do Mundo do Qatar, que começa neste domingo. Na entrevista em Paris, antes do embarque dos Bleus para Doha, o goleiro explicou os motivos da decisão em sentido contrário a de outros capitães de seleções europeias no Mundial de 2022.

- Em primeiro lugar, antes de fazer qualquer coisa, precisamos que a Fifa e a Federação Francesa de Futebol concordem com isso. Claro, tenho minha própria opinião pessoal, e ela coincide um pouco com a do presidente. Na França, quando recebemos estrangeiros, muitas vezes os queremos respeitando nossas regras e respeitando nossa cultura. E farei o mesmo quando for ao Catar. Concorde ou não com as ideias deles, tenho que mostrar respeito em relação a isso – disse.

Hugo Lloris, que disputará a sua quarta Copa do Mundo e a terceira como capitão dos Bleus, afirmou, contudo, que o assunto dos diretos humanos é discutido entre os jogadores da seleção. O camisa 1 francês ainda afirmou que uma iniciativa será colocada em prática.

- Não podemos permanecer insensíveis a esses assuntos. Será feito em alguns dias, ou horas, vamos ver - completou Lloris, que foi questionado se está sendo exigido demais dos atletas nas questões extra-campo:

- Sim. O futebol tem um papel importante na sociedade e cada vez é mais exigido dos jogadores, mas acredito que o que deve ser pedido de nós, acima de tudo, é o desempenho no campo. Temos que manter o foco no jogo. Isso é o mais importante. Temos a responsabilidade de representar nosso país esportivamente. Então, fora do campo, todos são livres para defenderem suas opiniões.

Para defender o título mundial de 2018, Lloris, Mbappé, Benzema e companhia embarcam para Doha nesta quarta-feira. A França é a cabeça de chave do Grupo D, com Dinamarca, Austrália e Tunísia.

A estreia da seleção de Didier Deschamps é no dia 22 de novembro, contra a Austrália. Saiba todas as informações da França - lista de convocados, destaques, desfalques e agenda de jogos - clicando aqui.